Arquivo para VIDEOBLOG

A-ha @ Credicard Hall – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 11/03/2010 by Bronx1985

Aconteceu na noite desta última quarta-feira um dos shows mais aguardados por aqueles que são considerados uns dos fãs mais fiéis às bandas do cenário do rock mundial, depois de exatos 12 meses da última vinda dos músicos (a visita mais recente do grupo formado por Morten Harket, Paul Waaktaar-Savoy e Magne Furuholmen ao país foi em março de 2009), tomou cena o show de despedida da banda norueguesa A-ha, com sua turne “The Farewell Tour 2010.”

Depois de uma carreira internacional fantástica, quase três décadas fazendo história pop e nove álbuns de estúdio com vendas que excederam 35 milhões de cópias, a banda norueguesa A-ha informou, em comunicado no site oficial, que encerrará suas atividades no fim deste ano de 2010, dado o desgaste no relacionamento entre os músicos e outros motivos internos não mencionados

No repertório do show em São Paulo, a platéia foi ao delírio com hits tanto do passado quanto mais recentes, como por exemplo as famosas  “Foot of the Mountain”, lançada em 2009 e “Take on Me”, provável maior sucesso do trio até hoje e lançada originalmente em 1985.

O show foi marcado pela presença de palco e carisma dos músicos para com a platéia, que gentilmente retribuiu cantando em coro a grande maioria das músicas performadas pelo trio norueguês.Outra marca do show foi quando no final fãs mais intensos despencaram-se aos choros pela banda e por tudo que sua música representa, dado o fato de que sabiam que seria aquela a última apresentação tanto em solo tupiniquim quanto em outros lugares.

Infelizmente a vida é assim, temos que aproveitar enquanto se é possível a obtenção de prazer.

Site Oficial: a-ha.com Fã Clube: fcoba-ha.com.br

Site Oficial: a-ha.com Fã Clube: fcoba-ha.com.br

NOFX @ Santana Hall – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 05/03/2010 by Bronx1985

Mais de 5 mil pessoas (incluindo eu) se reuniram na noite do dia 04 de março para juntos celebrarem o show daquela que é considerada um dos exponentes máximos do punk/rock. Formada em 1983, em Berkeley, na Califórnia, a banda NOFX é uma das últimas remanescentes e legítima representante do punk. O movimento, surgido na década de 70 com a banda norte-americana Ramones e as inglesas Sex Pistols e The Clash, que englobava toda uma forma de se vestir, atitudes, rebeldia contra o sistema e música marcada por bicordes tão repetitivos quanto desenfreados.

Os shows no Brasil (passaram antes por Curitiba e Porto Alegre) fazem parte da turnê internacional da banda para promover o álbum Coaster, lançado no ano passado. Eles também estão divulgando o novo DVD duplo NOFX Backstage Passport, com cenas inéditas do grupo em seus shows pelo mundo, inclusive pelo Brasil, Argentina, Peru, Chile, Japão, China e África do Sul.

A banda abriu de cara com a música que levou o quarteto à fama entre os roqueiros americanos, Linoleum.  Daí em diante foi um festival de músicas, Seeing Double at The Triple Rock, The Brews, We Called It America, Fuck The Kids e It’s My Job To Keep Punk Rock Elite, não exatamente nessa ordem, toda cantaroladas e agitadas pela platéia que ali freneticamente se debatia entre os presentes. Do meio das rodas era possível escutar os gritos de felicidade a cada acorde de Reeko, Drugs Are Good, Eat The Meek, Punch Her In The Cunt, Bob e Live It Alone. Outro bom momento foi o animadíssimo cover de Radio, clássico do Rancid que a banda gravou no famoso split BYO Split Series, Vol. 3, onde a banda de Tim Armstrong toca covers do NOFX e a banda de Fat Mike retribuiu a gentileza.

Em certo momento do show, ao ser atingido no rosto por um objeto, que depois foi contato ser um chinelo tipo “havaianas”, Fat Mike disse: “Ei, não joguem chinelos em mim… Mas espere aí… Quem diabos vem de chinelos em um show punk?”, perguntava inconformado o líder da banda.

Do início ao fim, o show foi marcado pela presença dos maiores hits da banda, que com fôlego de garotos de 18 anos, não davam trégua a agitada platéia, emendando música após música até ao término do espetáculo, marcado por uma imensa e interminável salva de palmas à banda, que fora retribuída com calorosos obrigados e a promessa de voltarem o quanto antes às terras paulistanas, lugar este que pela sua terceira vez teve a oportunidade de receber os caras da banda.

Com um sentimento de quero mais, deixo aqui minhas palavras: Voltem Sempre!!

Site Oficial: nofxofficialwebsite.com Fã Clube: facebook.com/nofx

Vídeo do show em São Paulo.

Vídeo do show em Porto Alegre

Site Oficial: nofxofficialwebsite.com Fã Clube: facebook.com/nofx

Coldplay @ Estádio do Morumbi – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/03/2010 by Bronx1985

Com abertura das bandas Vanguart, de Mato Grosso do Sul e da banda britânica Bat For Lashes,  a última apresentação, da banda Coldplay, começou com cerca de 18 minutos de atraso.

A banda Bat for Lashes, ficou no palco por cerca de meia hora, preparando aquele que seria uma dos mais contagiantes espetáculos da semana.

Quando subiram ao palco, muitas pessoas na platéia balançavam bexigas com as cores preta, vermelho e branco, em alusão ao aniversário de Chris Martin, que coincidentemente foi no dia do show em São Paulo, dado este fato, uma homenagem havia sido combinada pela internet por fãs, mas o público que lotou grande parte do estádio do Morumbi também ganhou um presente e tanto. Se nas duas turnês anteriores do Coldplay no Brasil o clima era mais intimista, agora o cenário é outro. Em sua terceira passagem pelo Brasil, com a turnê Viva La Vida, o grupo mostrou que seu espetáculo é devidamente coreografado para fazer jus ao status alcançado por eles nos últimos anos. Os números da banda são cada vez mais superlativos e os fãs, mais numerosos. Se em 2003 e em 2007, os ingleses se apresentaram na intimista casa Via Funchal, em São Paulo, em 2010, o estádio do Morumbi e todo seu gigantismo caiu como uma luva para a nova fase da banda inglesa.

Em Politik, Chris debulhou as teclas do piano e mostrou a real força de seus vocais. Então, aproveitou para emendar um “caco” na letra, que enumera desejos genuínos. “Me deem uma final de Copa do Mundo entre Brasil e Inglaterra”, brincou. Em seguida, uma fantástica chuva de papeis coloridos picados em forma de borboletas deu boas-vindas ao hit Lovers in Japan. Depois, o Coldplay ainda tocou o sucesso Death and All His Friends. Aí sim, eles se despediram do público, agradecendo com o famoso “muito obrigado, galera”.

Mas a galera queria é mais. E começou a entoar o refrão de Viva La Vida na esperança de um bis. Deu certo. E assim, Chris surgia no palco, só com seu piano, para destilar toda sua melancolia com a balada The Scientist. E o coro da plateia corria solto no Morumbi, novamente. Para fechar a noite, agora sim, de vez, Life in Technicolor 2. No final do derradeiro bis, um bando de fogos, só para lembrar da grandiosidade da turnê Viva La Vida: o Coldplay de 2010 é sinônimo de espetáculo -e dos grandes.

Ao contrário do que ocorreu no show do Rio de Janeiro no último domingo, no qual choveu durante todo o espetáculo,o céu estava sem nuvens, para maior delírio da galera que aqui fez com que o Coldplay sentisse já tão em casa, a ponto de esta ser a terceira apresentação da banda em terras paulistanas.

Site Oficial: coldplay.com Fã Clube: coldplaying.com

Resenha origianl: Territporio da Música Terra

Site Oficial: coldplay.com Fã Clube: coldplaying.com

Resenha origianl: Territporio da Música Terra

Vince Neil @ Carioca Club – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 28/02/2010 by Bronx1985

A apresentação estava marcada para começar às 19h00, mas as cortinas do palco do Carioca Club só foram abertas 40 minutos mais tarde. Para abrir o show, Vince Neil escolheu “Live Wire”, primeiro ‘single’ lançado pelo Mötley Crüe em 1982.

A banda que acompanhou o vocalista surpreendeu os presentes. Jeff Blando (guitarra, ex-Slaughter), Dana Strum (baixo, Slaughter) e Zoltan Chaney (bateria) executaram os clássicos do Crüe com perfeição e se mostraram ótimos músicos, tanto na técnica quanto no carisma. Strum não parou um instante de brincar com a platéia e a distribuir palhetas. Blando também estava bem animado, mas o destaque mesmo foi o baterista Chaney. Além de socar seu instrumento com toda força, o cara ainda fazia malabarismos enquanto tocava, equilibrando a baqueta com uma mão, ou colocando uma das pernas em cima da bateria. Isso sim que é um baterista participar do show, além de tocar.

Ainda falando da banda, o trio de instrumentistas aproveitou um momento de descanso de Vince Neil para tocar alguns covers. Com Blando assumindo os vocais, o grupo tocou “Whola Lotta Love” e a parte final de “Stairway to Heaven”, do Led Zeppelin, e também a maravilhosa “Heaven and Hell”, do Black Sabbath.

Com Vince Neil de volta ao microfone eles ainda tocaram “Rock and Roll”, também do Led Zeppelin. O repertório do show foi um passeio pela carreira de Vince Neil à frente do Mötley Crüe com clássicos como “Wild Side”, “Don’t Go Away Mad”, “Looks That Kill” e “Dr. Feelgood”, entre outras. Em determinado momento Vince pede ao público que erga o braço direito e feche o punho. Ao fazer o movimento como se acelerasse uma moto, soam nas caixas de som a introdução de “Girls, Girls, Girls”. O público foi à loucura. Só faltaram mesmo as garotas no palco…

Aproximadamente às 21h45 a cortina do palco se fecha e as luzes se acendem, o público não entendeu bem e parecia não querer acreditar que o show já tinha acabado. Mas era isso mesmo. A primeira apresentação de Vince Neil no Brasil durou apenas uma hora, sem direito ao bis.

Resenha original: Território da Música Terra

Site Oficial Vince Neil

Site Oficial Vince Neil

Iced Earth @ Via Funchal – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/02/2010 by Bronx1985

A casa de espetáculos Via Funchal estava lotada e os fãs mal notaram o atraso de 15 minutos no horário de entrada daquele que seria o início do primeiro show da banda de heavy metal norte americana Iced Earth sobre terras paulistanas e segundo sobre terras tupiniquins, sob divulgação do  aclamadíssimo albúm “The Crucible of Man”.

Os mais de 8 mil fãs ali encontravam-se sobre intenso frenesi, dados os inconfundíveis riffs de guitarra de Troy Seele, das certeiras e pesadas batidas de bateria de Brent Smedley, acompanhados pelo vocal e riffs de Jon Schaffer e os solos sem fim do baixo de Freddy Vidales, este que ingressou na bando no ano passado, porém já tão entrosado com o resto dos músicos que definitivamente já deixou sua marca na banda.

O ponto forte da apresentação veio na música “Burning Times“, primeira faixa do álbum “Something Wicked This Way Comes”, momento em que todos cantaram cada trecho da música e vibraram com muita emoção, o que fez os integrantes retribuírem em performance no palco, com o vocalista Matt Barlow (que retornou a banda em 2007) várias vezes deixando a plateia cantar.

Hoje (07/02) a banda toca em Curitiba e promete no mínimo a mesma ousadia e agitação do show aqui relatado, resta a plateia condizer com a presença de platéia que tiveram os paulistanos!!

Site Oficial Iced Earth       Brazil Under Ice Offical Fã Clube

Vídeo do Show Iced Earth – Burning Times @ São Paulo – 2010.

Vídeo do Show Iced Earth – Dark Saga @ São Paulo – 2010.

Site Oficial Iced Earth       Brazil Under Ice Offical Fã Clube

Deixe seu comentário sobre o que achou do show!