Arquivo para sucesso

As 9 Mais Bizarras Invenções Japonesas

Posted in VARIEDADES with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 01/08/2010 by Bronx1985

Conhecidos mundialmente pela alta tecnologia empregada em seus produtos, a raça nipônica sempre teve como guia norteador a premissa básica de desenvolver e lançar produtos diversos que venham de encontro a uma melhor qualidade de vida por parte dos usuários, produtos estes que muitas vezes ganham os quatro continentes e passam a ser considerados como itens de utilidade pública.

Porém, como podemos ver pelas invenções aqui ridiculamente expostas, nem sempre o sucesso e bom gosto estão atrelados às invenções deste povo do país do Sol nascente, muitas das suas obras resumem-se tão em somente em aparelhos estupidamente bizarros e inexplicáveis para o contexto da vida moderna, até mesmo por significarem um gosto tão peculiar quanto duvidoso e, por vezes, expressarem a mais real inutilidade de suas funções.

Imagens: Internet

Imagens: Internet

Livros - Submarino.com.br

Mestre das Ilusões: os foto ensaios de Vik Muniz

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/07/2010 by Adriana Almeida

Você precisa treinar seus olhos. O que você está vendo não é o que parece, mas é exatamente o que você está vendo. Confuso? Conheça a arte do fotógrafo brasileiro Vik Muniz. Nascido em São Paulo mas residindo e trabalhando em Nova York, Vik ficou famoso e conquistou o mundo da arte com seu projeto Sugar Child. Como foi feito? Em uma plantação de açúcar, Muniz fotografou os filhos dos operários, e usando papel escuro e diferentes tipos de açúcar, reproduziu as imagens previamente fotografadas e as fotografou novamente. Pura meta-linguagem recursiva…

Mas nada é inusitado o suficiente para Muniz, que possui no seu repertório obras semelhantes feitas com geléia, manteiga de amendoim, arame, fios, poeira, papel, calda de chocolate e até macarrão com molho. O limite da criatividade de Vik é inexistente: tudo vira obra de arte e mais importante que isso, tudo conta uma história sobre o objeto da fotografia original e o material utilizado.

O reconhecimento, segundo o artista, levou 17 anos para acontecer da noite para o dia. Parece paradoxal, mas não é. A base construída propiciou que ele se tornasse o “queridinho” da arte contemporânea, e lhe rendesse não só inúmeras exposições, mas seu trabalho exposto em catálogos famosos e a honra de ser convidado a organizar uma exposição no mais influente museu de arte moderna do mundo, o Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA): ele foi o curador da nona versão da Artist’s Choice (Escolha do Artista), que ocorreu entre 2008 e 2009. Em janeiro de 2010, o documentário “Lixo Extraordinário” sobre seu trabalho com catadores de lixo em Duque de Caxias foi premiado no Festival de Sundance. No Festival de Berlim, também em 2010, foi premiado em duas categorias, o da Anistia Internacional e o de  público na mostra Panorama.

A expressão “Thinking outside of the box” (pensar fora da caixa) é pouco para definir Vik Muniz. Com um trabalho diferente, criativo e multi-significante, ele não apenas usa elementos diferentes para montar suas obras, mas faz um trabalho de imersão nesse materiais e conta uma história com eles. Assim, suas fotos não são fotos, são estudos sobre materiais que se revertem em montagens que se revertem em fotos. Não é a toa que Vik Muniz está merecidamente espalhado em galerias e coleções particulares no mundo todo.

Portfólio: vikmuniz.net

Portfólio: vikmuniz.net

Livros - Submarino.com.br

ESPAÇO IMORAL top growing blog de hoje no WordPress

Posted in VARIEDADES with tags , , , , , , , , , , , , on 14/05/2010 by Bronx1985

Galera,

Este post é especialmente publicado em agradecimento as crescentes visitas que meu humilde, porém prazeroso de ser feito, blog, Esp. Imoral tem recebido.

Hoje, 14/05, surpreendi-me ao constatar que estou na 1ª colocação dos blogs em ascensão do WordPress (português do Brasil), logo, não poderia deixar este feito passar sem pouco alarde e, muito mais importante do que isto, deixar de agradecer aos visitantes, seguidores, assinantes do newsletter, blogs apoiadores, conectores de blogs e patrocinadores. Friso que as continuas atualizações deste sítio virtual só se dão de forma prazerosa pelo fato de eu sentir-me único ao satisfazer seus anseios alternativos artísticos!!

Beijos e abrxs a todos.

Atenciosamente,

Bronx.

Social Distortion @ Via Funchal – SP, 2010

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18/04/2010 by Bronx1985

Liderado pelo lendário Mike Ness, o Social Distortion se apresentou na noite desse sábado (17/04/10) para uma plateia de cerca de 5 mil pessoas na Via Funchal, em São Paulo. Com mais de trinta anos de banda, o grupo montou um repertório que durou 1h30 e fez a alegria dos seguidores do quarteto, que puderam pular ao som de sucessos como Prison Bound, Bad Luck, Mommy¿s Little Monster, Ball and Chain e Ring of Fire.

Com uma releitura dos mais de trinta anos de banda, o setlist dos americanos permitiu fãs enlouquecidos se abraçando, pulando, fazendo air guitars e alguns banhos de cerveja dos mais empolgados.

Visivelmente contente com a resposta positiva do público, Mike Ness se desculpou por não dominar o português, adiantou que a banda lança um novo álbum em setembro e prometeu um retorno em breve ao País. “Nos vemos no ano que vem”, gritou o vocalista ao deixar ao palco após o fim de Ring of Fire, famosa na voz de Johnny Cash.

Resenha original: terra.com.br/musica

Site oficial: socialdistortion.com

f

Resenha original: terra.com.br/musica

Site oficial: socialdistortion.com