Arquivo para subaquática

O Bizarro, Vivo e Colorido do Mundo Subaquático sob as Lentes de Alexander Semenov

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/03/2011 by Bronx1985

De origem russa, Alexander Semenov é oriundo de um país de vasta costa litorânea e profundas zonas marinhas, fato este que, dentre muitos outros, justifica seu extenso e colorido portfólio das mais variadas formas de fauna e flora marinha.

Suas fotografias representam o que há de mais esbelto e, por assim dizer, bizarro no mundo subaquático, despertando nos observadores uma interessante perspectiva de curiosidade e fascinação acerca do que pode existir nas profundezas dos mares frios da Rússia e região.

Através do uso inteligente de um potente aparato tecnológico em questões de fotografia e mergulho em águas salgadas atrelado a um talento ímpar para captação de ângulos e cores de animais e demais plantas, Semenov traz para a superfície através de fotografias um mundo até então somente conhecido pela comunidade científica, esta que muitas vezes chaga a se utilizar das suas fotos para estudos e conclusões de casos.

Portfólio: flickr.com/alexander_semenov

Portfólio: flickr.com/alexander_semenov

As necessárias esculturas submarinas de Jason de Caires Taylor

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 21/04/2010 by Bronx1985

Jason de Caires Taylor é conhecido no mundo inteiro por ser pioneiro na arte de repovoar o fundo do mar (criação de recifes artificiais) através da introdução  de esculturas de temáticas diversas. Filho de pais ingleses, Taylor graduou-se em 1998 pela de Camberwell College of Arts, University of Arts de Londres, com um BAHonours em Escultura e Cerâmica, além de também ser instrutor de mergulho, naturalista submarino e premiado fotógrafo subaquático com mais de 14 anos de experiência de mergulho em vários países.

Em maio de 2006, ele ganhou reconhecimento internacional pela criação do primeiro parque subaquático de esculturas em Granada, nas Antilhas. Suas esculturas submarinas são projetadas para servirem-se de recifes artificiais para a vida marinha habitar e colonizar.

As obras do inglês se envolvem com a visão das possibilidades de um futuro sustentável, retratando a intervenção humana como positiva e afirmativa. Com base na tradição de imagens figurativas, o objetivo do trabalho de Taylor é tratar com o público visitante a questão crucial da proteção ao meio ambiente subaquático através das fronteiras do mundo da arte. No entanto, fundamental para compreender sua obra é o fato de que ela encarna a esperança e otimismo da natureza regenerativa transformadora.

Portfólio: underwatersculpture.com

Portfólio: underwatersculpture.com