Arquivo para Santiago

Recriando o Tempo e Espaço, as Incríveis Foto Montagens de Isabel M. Martínez

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/06/2012 by Bronx1985

Natural do Chile, com formação especializada na Universidad Católica de Chile, Isabel M. Martínez é a típica fotógrafa que gosta de brincar com suas composições de modo a criarem todo um novo contexto além daquele que muitas vezes entendemos como básico em uma fotografia: expor um fato.

Como artista, ela está interessada nos aspectos fenomenológicos da experiência humana. A percepção é um tema recorrente na sua prática e tornou-se uma base para ela explorar as possibilidades e limitações da fotografia. Suas composições dialogam como um meio de transcrição visual para ideias, refletindo sobre as noções de tempo, espaço, duração e simultaneidade, assim, a experimentação é um processo na vanguarda de muitos de seus trabalhos. Narrativas não-lineares, superposições e justaposições também são frequentemente utilizados na criação de suas imagens.

Fã confessa de Photoshop e demais softwares editores de imagens, fato também é que o trabalho da chilena, além do todo já citado acima, serve de base acerca de até que ponto podemos chegar com a manipulação das fotografias e qual é o real sentido das mesmas, visto que a agora a reflexão cai por cima do paradigma que dita que uma fotografia nada mais representa senão a exposição de um (1) fato.

Portfólio: immartinez.com

Portfólio: immartinez.com

A Dicotomia Bizarra dos Artefatos de Sebastian Errazuriz

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/12/2010 by Bronx1985

Nascido em Santiago, Chile, educado em Londres, UK e hoje artista baseado em Nova Iorque, EUA, Sebastian Errazuriz é considerado pela crítica especializada como um artista emergente para se prestar atenção.

Suas obras  representam o que há de mais curioso, vanguardista e, por assim dizer, bizarro na esfera da estética. Interessado na dicotomia presente entre a vida e morte, Errazuriz é claro ao dizer que seus artefatos, possuem a função de levar aos observadores a reflexão entre a vida e a morte, levando as pessoas a repensarem suas crenças, interesses particulares e paradigmas pessoais.

Através do uso, muitas vezes com fins cômicos, dos mais inusitados materiais, como tecidos, animais “empanados” e utensílios domésticos, Errazuriz dá vazão a sua criatividade e nos propõe objetos tão funcionais quanto alternativos, tudo de modo a nos lembrar da importância da quebra de nossas rotinas e com conotações anti preconceitos vigentes.

Portfólio: meetsebastian.com

Portfólio: meetsebastian.com