Arquivo para riqueza

A Índia Crua e Explícita sob as Lentes de Steve McCurry

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 10/05/2011 by Bronx1985

Rica em detalhes, povos e tradições, a Índia é lar da civilização do Vale do Indo, de rotas comerciais históricas e de vastos impérios. O subcontinente indiano é identificado por sua riqueza comercial e cultural de grande parte da sua longa história, além de ser considerado por 9 em cada 10 fotógrafos profissionais como um reduto especial para obtenção das mais instigantes e peculiares fotografias.

Reconhecido pela crítica especializada em fotografia como um dos mais influentes e talentosos fotógrafos em atividade e outorgado com os principais prêmios e condecorações da área, o norte americano Steve McCurry esteve de passagem pela Índia em meados de 1996, retornando a mesma em 2006 a fins de trazer ao conhecimento do mundo sua visão da criativa e respeitada desta república democrática tão fascinante e cheia de mistérios para nós ocidentais.

Através de um aparato tecnológico de 1ª linha e um talento ímpar na visualização mental de uma fotografia a ser obtida, McCurry produziu com fidelidade imagens de representatividade tão ímpar quanto a própria Índia, por assim dizer. Imagens estas que fazem-nos refletir acerca da importância da subjetividade humana para a riqueza cultural do mundo, dentre muitos outros sentimentos despertados por uma contemplação das suas fotografias.

Portfólio: stevemccurry.com

Portfólio: stevemccurry.com

Os Monstros Contemporâneos de Jérôme Meynen

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/12/2010 by Adriana Almeida

O belga Jérôme Meynen desenha à nanquim e eventualmente usa o recurso da colagem para pequenos detalhes em sua obra. Pontos, linhas, pontilhados, áreas preenchidas e áreas em branco. Quase todo mundo que já tentou aprender a desenhar passou pelo martírio ou divertimento (vai da índole de cada um…) do trabalho com nanquim quando tudo é expresso em duas únicas cores: o preto e a ausência dele. Portanto, não há nada de novo na técnica de Jérôme. O que impressiona é a riqueza de detalhes e de simbolismos. A maior parte de suas peças é composta de um somatório de cenas interligadas onde cada pequeno pedaço conta uma história por si só, e o todo se torna maior que a soma das partes.

Jérôme já participou de diversas exposições em grupo ou individuais, a maioria na Bélgica, mas seu trabalho já pode ser visto também na Espanha, Estados Unidos e França. Em sua obra, temos uma releitura dos nossos monstros interiores, trazidos à luz do contemporâneo, interligados em cenas complexas como complexos somos nós e tudo isso em obras tão cheias de detalhes que revelam o talento e o comprometimento de seu autor. Sem dúvida, um portfólio a ser conferido e um nome a se ficar de olho.

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

O Projeto Étnico de Erik Hiweege

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 10/10/2010 by Adriana Almeida

Por 12 anos, Erik Hiweege trabalhou na área de marketing em agências de propaganda como a  Ogilvy&Mather, BK&P e DMB&B, mas desde 1988 ele decidiu abraçar sua verdadeira paixão, a fotografia, onde foi extremamente bem sucedido, sendo bastante requisitado por clientes de peso e ganhando diversos prêmios Pani e AOP entre vários outros.

As fotos abaixo fazem parte da série pessoal Noir, que deu origem a um livro e um DVD, e são um sensível tributo ao continente africano. Em cada vila visitada, Erik montava um bem equipado estúdio fotográfico e as fotos eram tiradas contra um fundo negro, de forma a enfatizar a riqueza da cultura negra. O resultado é uma amálgama de contrastes sutis de incrível beleza e delicadeza, humanizando e revelando, escondendo e provocando.

Portfólio: hijweege.com

Portfólio: hijweege.com

O Paraíso nas Fotografias de Lars Van de Goor

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/10/2010 by Bronx1985

Suas fotografias são autênticas, remetem à sinceridade e ao pluralismo natural que as mesmas encontram-se inseridas e destinam-se a representar, estou falando do belíssimo foto ensaio aqui em exposição do fotógrafo holandês Lars Van de Goor, que na verdade nem sempre se destinou ao expressionismo da fotografia. Van de Goor é músico de carreira e por toda sua vida destinou-se a compor canções, porém de uns tempos para cá criou intimidade com a máquina fotografia e até então dá nos o prazer de contemplar suas coloridas fotografias.

A manipulação de cores e luz via Photoshop é nítida nas fotografias paisagísticas  do holandês, manipulação esta que somente agrega mais valor a este espetacular e único fotografismo oriundo do artista.

Dentre os muitos sentimentos despertados pelo observar sincero da arte de Van de Goor, destaco aqui como mais intensos o de liberdade, a complexidade por intenções minimalistas e, obviamente, a real necessidade de se preservar o meio natural que nos cerca.

Portfólio: larsvandegoor.zenfolio.com

Portfólio: larsvandegoor.zenfolio.com

Livros - Submarino.com.br

A Estranha Pintura em Água de Mark Mawson

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/09/2010 by Bronx1985

Sob intitulação original “Aqueous II – The Sequel”, a peculiar pintura subaquática do fotógrafo e artista plástico Mark Mawson chama a atenção por todas as características de inovação, representatividade e essência modernista da sua arte. Capaz de despertar nos observadores o mais estranhos, peculiares e, por vezes, bizarros sentimentos, a série artística de Mawson cativa pelas interessantes cores utilizadas em sua confecção, além de um vanguardista indeterminismo que a mesma chega a se fundamentar.

Foram 4 meses de incessante trabalho, muita tinta derramada estrategicamente em recipientes de vidro sob luz controlada e, obviamente, muita água espirrada, tudo para fins de se obter ao máximo fotografias bem delineadas entre o curioso e a ímparidade da criatividade humana. Nada que não se faça necessário para o alcançe de objetos artísticos, no mínimo, únicos.

Portfólio: markmawson.com

Blog: markmawson.wordpress.com

Portfólio: markmawson.com

Blog: markmawson.wordpress.com

Livros - Submarino.com.br

“Tentando Voar” O Audacioso Foto Ensaio de Conan Thai

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/09/2010 by Bronx1985

A busca pelo transcendental, assim se essencía o criativo e instigante foto ensaio de Conan Thai, num ímpeto peculiar de ousadia e audácia, o fotógrafo dá asas a imaginação do observador através de foto montagens tão dotadas de riqueza de detalhes quanto de absurdos humanos.

Através de uma complexa técnica de fotografismo de modelos em posições predeterminadas e com o auxílio de muita pos-edição em Photoshop, as fotografias de Thai chama a atenção dos menos despercebidos pela impossibilidade nelas expostas e também pela curiosidade que as mesmas tendem a criar e desenvolver, tudo em perfeita harmonia com a intenção do cara que é a de quebrar a rotina do óbvio e impor de forma saudável a questão do superar limites.

Portfólio: okheyday.com

Portfólio: okheyday.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

As Divertidas e Misteriosas Colagens de Merrick Angle

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/08/2010 by Adriana Almeida

O ilustrador Freelancer inglês Merrick Angle, que atualmente mora na França, faz o velho cortar e colar se utilizando de imagens retrô, muita imaginação e técnicas modernas de finalização.

Os Cubistas Pablo Picasso e Georges Braque já se utilizavam desse recurso de colar materiais externos à pintura/ilustração e criar peças inteiramente novas, com efeitos de textura e profundidade complemente diferentes do que seria possível sem essa técnica. Desde então, a colagem tem sido atualizada e reinventada, sobrevivendo a diversos movimentos artísticos, sempre com uma nova leitura.

Brincando com diferentes cores e texturas e o uso de linhas retas ao lado de linhas irregulares, Merrick Angle obtém um resultado é vivo, instigante e muito contemporâneo: velhas imagens contando novas questões. Mas talvez o mais interessante de sua obra seja o uso de símbolos matemáticos, latitudes e longitudes e constelações, como quem esconde um segredo nas entrelinhas de sua obra. Tudo isso, somado à seleção de pedaços de inusitadas fotos antigas, compõe um trabalho rico em complexidade.

Portfólio: blog.merrickangle.com

Portfólio: blog.merrickangle.com

Livros - Submarino.com.br