Arquivo para pobre

A Desigualdade Social Búlgara em Preto e Branco, Fotografias de Dimitar Variysky

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 14/09/2011 by Bronx1985

Em maior concentração em países em desenvolvimento, como o Brasil, porém presente em todos os demais lugares e nações do mundo, a pobreza e desigualdade social são problemas que afetam muitas pessoas, levando a mesmas a viverem em condições humilhantes e muitas vezes desumanas.

Dentro deste contexto, o fotógrafo búlgaro Dimitar Variysky sabe como poucos retratar em preto e branco a realidade e conseqüências da pobreza na vida das pessoas. Focado nos grandes centros cosmopolitas búlgaros e europeus, Variysky nos apresenta uma realidade crua e surreal, esta muitas vezes esquecida pelos mais afortunados ou simplesmente escondida por políticos e demais autoridades.

Talvez não tão chocante assim para nós brasileiros pelo fato de presenciarmos tais cenas freqüentemente em nossos cotidianos, o trabalho do fotógrafo é digno de respeito pela técnica e engajamento empregados, visto que também se é possível encontrar beleza em suas imagens através de uma contemplação mais sincera e não dotadas de preconceitos mundanos.

Portfólio: dechobek.deviantart.com

Portfólio: dechobek.deviantart.com

As Críticas Intervenções Urbanas (WTF!) de Dan Witz

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/01/2011 by Bronx1985

Contextualizadas em um meio urbano moderno onde os menos afortunados (pobres marginalizados na grande maioria) mantêm-se anexos aos sistemas econômicos e culturais, as intervenções urbanas do artista norte americano Dan Witz traçam uma interessante e necessária crítica ao papel do Estado e da sociedade na importância da manutenção desta tão grave quanto presente situação e condição humana. Através de sacadas, por vezes humoradas, por vezes sarcásticas, Dan Witz revela-nos a sua percepção do quão crônico é o problema da má distribuição de renda e exploração daqueles considerados detentores de menor poder aquisitivo, estes muitas vezes oriundos de origens africanos e/ou indígenas.

Detentor de diversos prêmios em arte, além de possuir diversas obras em constante exposição nos mais diferenciados centros, Dan Witz e suas instalações têm cada vez mais chamado a atenção da comunidade artística mundial, bem como dos menos inseridos na Arte, estes últimos que muitas vezes acabam por se tratarem dos objetos então retratados nas suas obras.

Portfólio: danwitz.com

Portfólio: danwitz.com

O e-lixão imoral em Gana e vizinhos

Posted in VARIEDADES with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/02/2010 by Bronx1985

O subúrbio de Agbogbloshie na capital de Gana, Acra, nos últimos anos tornou-se uma lixeira a céu aberto para os computadores e os resíduos eletrônicos da Europa e os E.U.A.

Centenas de toneladas de sucatas eletrônicas são despejadas em Gana todos os meses, em uma tentativa ocidental dos países considerados desenvolvidos em descarregar seus estoques cada vez maiores de lixo tóxico. São de 20 a 50 milhões de toneladas de produtos eletrônicos descartados a cada ano, onde 70% destes irão acabar em países pobres, e só na União Européia, 6,6 milhões de latas de lixo eletrônico simplesmente desaparecem a cada ano e seus destinos não são revelados ou permanecem como “indefinidos”.

Cada vez mais este e-lixo é encontrado à sua maneira na África Ocidental, em países como Gana, Nigéria e Costa do Marfim. Os comerciantes simplesmente ignoraram as leis internacionais, rotulando o equipamento de bens de segunda mão ou de doações de caridade, mas, na realidade, mais de 80% dos computadores enviados para o Gana estão quebrados ou obsoletos.

Seu lugar de “descanso final” é Agbogbloshie, despejo onde eles são quebrados, principalmente pelas crianças, para salvar o cobre presente nas placas, os discos rígidos e outros componentes que podem ser vendidos.

A alienação de bens eletrônicos no Ocidente é um assunto caro e deve ser feito de uma forma ambientalmente responsável, no entanto, em lugares como o Gana, não há existem tais regulamentações, o que acarreta o desenfreado despejo destes materiais tóxicos, tais como chumbo berílio, causando danos incalculáveis a saúde humana e ao meio ambiente.

Mais sobre os e-lixões africanos em:

RevistaPlaneta.com.brRNW.nlArede.inf.br G1.com

Mais sobre os e-lixões africanos em:

RevistaPlaneta.com.brRNW.nlArede.inf.br G1.com