Arquivo para pesadelo

Ensaios sobre os Sonhos, as Singelas Pinturas de Henrik Aarrestad Uldale

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 24/04/2013 by Bronx1985

Norueguês de Oslo, maior cidade e capital da Noruega, o jovem pintor (nascido em 1986) Henrik Aarrestad Uldale é criativo e simplista ao tratar a relação do homem e os sonhos em suas pinturas. O artista consegue de maneira tão impar quanto inovadora representar ambos em uma dicotomia tão intensa quanto em curiosa harmonia.

Através de uma técnica não tão sofisticada de pintura clássica, porém com uma sincera representatividade do então proposto como essência pelas composições, o jovem pintor norueguês reconstitui o homem em seu estado natural de sono de modo que traga a nós contempladores uma intensa e reflexiva mistura de sentimentos de curiosidade, indagação, afeto e aproximação, por assim dizer.

Com um portfólio ainda a crescer em questões de quantidade de obras produzidas, fato é que o então já disposto no site do cara pode sim nos dar a noção de que Henrik Aarrestad Uldale possui muito talento e sensibilidade para a comunicação através da arte pintada e que, com certeza, o mesmo ainda terá muito mais a acrescentar para a Arte como um todo e comunidade crítica da mesma.

Portfólio: henrikaau.com

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Henrik Aarrestad Uldale Paintwork

Portfólio: henrikaau.com

Canais de um Pesadelo, as Sombrias Ilustrações de Sean Lewis

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 05/02/2013 by Bronx1985

Ilustrador canadense residente em Toronto, Sean Lewis agrega em suas composições interessantes elementos mórbidos de cores meticulosamente preparadas de modo a não se destacarem mais que a representação como um todo e uma peculiar essência dark que desperta nos contempladores um metódico sentido de curiosidade agregado.

Carregadas de mensagens subliminares e dotadas de um inteligente sentido de reflexão acerca do homem contemporâneo em relação ao meio em que vive e como se relaciona com os seus semelhantes, as ilustrações do canadense Sean Lewis de fato são incríveis composições por tratarem o óbvio de uma maneira pouco ortodoxa; e é justamente este apresentar das obras do cara que cada vez mais tem despertado o interesse da crítica especializada.

Com um portfólio tão vasto quanto diferenciado disponível em seu site oficial, Sean Lewis e sua arte frequentemente podem ser encontrados em exposições e exibições em seu país residente, visto que o mesmo também executa com frequência exibições por todos os EUA.

Portfólio: seanlewisdraws.blogspot.pt

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Sean Lewis Illustration Artwork

Portfólio: seanlewisdraws.blogspot.pt

O Vermelho, o Gótico e o Pop, as Pinturas de Melissa Hartley

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 19/07/2012 by Bronx1985

De essência dramática, peculiar penumbra por cores foscas e interessante harmonia de detalhes, estes últimos para lá de alternativos; assim caracterizo as pinturas da artista australiana Melissa Hartley, formada com louvor em Ilustração pela renomada University of Western Sydney (AU).

Interessada em um metafórico estado de sonho presente às suas composições, a arte de Melissa Hartley também chama a atenção pelo curioso distúrbio existente  entre realidade e o que a pintora se propõe a pintar, desta forma sua obra exalta um diferenciado e belo diálogo entre a beleza de formas e o mistério das representações dadas.

Com exposições recorrentes por toda a Austrália, facilmente podemos encontrar suas obras expostas também em outros continentes, visto que Melissa Hartley é enfática ao esboçar em suas composições a “universalidade singular” do seu traço, este que cativa e prende a atenção de qualquer que for a pessoa, independente da sua cultura e/ou religião.

Portfólio: melissahartley.com.au

Portfólio: melissahartley.com.au

O Conceitual Humor Sombrio de Escif

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18/03/2011 by Bronx1985

Vindo de Valência, Espanha, o pintor de rua Escif é o que podemos considerar como um artista de tiradas tão inteligentes quanto subliminares. Com obras que mais parecem fragmentos de sonhos (ou pesadelos!), o artista é enfático ao dizer que seu objetivo principal é permitir às pessoas acordarem para a possibilidade uma visão menos obtusa do óbvio.

Caracterizadas por uma essência mais conceitual do que surreal, as pinturas do espanhol Escif se caracterizam e chamam mais a atenção pelo que representam e se põem a criticar, ao invés da técnica e cores empregadas nas suas confecções, estas últimas estrategicamente simples demais a fins de contrastarem com a complexidade da idéia e objetivo das obras como um todo.

Espalhadas pelos mais inusitados muros das cidades da comunidade européia, as pinturas de Escif são daquelas que marcam e quebram a rotina. Permitem um mundo de reflexões acerca das possibilidades múltiplas de interpretações, estando algumas mesmas inseridas em um contexto tão apelativo quanto necessário para chamar a atenção dos menos propensos.

Portfólio: flickr.com/escif

Portfólio: flickr.com/escif

A arte projetada em lixo de Tim Noble e Sue Webster

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16/03/2010 by Bronx1985

Formados no curso de Belas Artes na Nottingham Trent University, na década de 80, Tim Noble e Sue Webster desafiam os mais conservadores no campo das artes visuais quando propõem um trabalho fundamentado originalmente em lixo, literalmente.

Através de uma técnica básica de reunião e aglutinação de lixos encontrados pelas ruas das grandes cidades, seguida de uma luz direcionada sobre a pilha de lixo, obtem-se, como resultado, uma sombra projetada sobre uma parede, sombra essa que remete-nos as mais variadas representações de seres humanos e de animais.

De uma forma tão bem humorada quanto inovadora, Noble e Webster querem nos fazer pensar sobre o problema do lixo urbano nos grandes centros metropolitanos e as consequência do contínuo acúmulo dos mesmos, de forma a trazerem, através das sua sombras projetadas, representações de ratos e de seres humanos em atitudes de deboche e descaso com a situação.

Perguntado sobre como defini-se sua arte, Tim Noble descreveu-a como seu “pior pesadelo”, fazendo direta alusão a questão de até que ponto o homem precisa chegar (trazer lixo das ruas e empilhá-los sobre em galeria de arte) para lembrar o próximo sobre o que estamos fardados a colher como frutos da nossa irresponsabilidade socioambiental de hoje.

Mais sobre o casal: wikipedia.com/tnobleswebster

Mais sobre o casal: wikipedia.com/tnobleswebster