Arquivo para mídia

Ilustrações Negativas, as Marcantes Composições de Dan Burgess

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/01/2013 by Bronx1985

Talentoso e conceituado artista visual inglês que é, Dan Burgess  é especialista quando o assunto é a manipulação de cores para fins de obtenção de efeitos de ilusão visual em suas ilustrações digitais. Burgess  se utiliza tanto do espaço negativo quando do positivo para criar composições tão representativas e carregadas de mensagens subliminares que até mesmo os menos habituados com a sua arte despertarão  através da mesma um peculiar sentido de curiosidade.

Através de uma complexa e muito bem resolvida técnica de inserção da cor branca em uma superfície preta, ou vice versa, ou ainda de outras cores estrategicamente selecionadas, o inglês denota a situações tão impares quanto à própria criatividade do mesmo. Visto que suas ilustrações abordam temas contemporâneos e de fácil assimilação por parte daqueles antenados às tendências de games, animações e outras mídias digitais.

Com um rico e interessante portfólio on-line disponível para apreciação em seu portal oficial, Dan Burgess é enfático ao tratar sua obra como nada mais que uma representação digital do mundo em que vivemos, visto que sua essência básica consiste justamente no trazer ao público aquilo que o homem contemporâneo faz, usa ou pensa de alguma forma em algum ponto qualquer.

Portfólio: dannyburgess.tumblr.com

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Dan Burgess Illustration Artwork

Portfólio: dannyburgess.tumblr.com

Pensamentos em Penas, A Incrível Arte de Chris Maynard

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/12/2012 by Bronx1985

Penas, uma realização final da natureza, pináculos de admiração, tão lindas quanto sensíveis e tocantes, é assim que o artista plástico norte americano Chris Maynard resume estes objetos, matérias primas da sua incrível e inusitada arte que cada vez mais se encontra em destaque tanto na mídia quanto em exposições.

Através de uma minuciosa, muito bem empregada e peculiar técnica artesanal de recorte e moldagem de penas com o auxílio de instrumentos cirúrgicos, o norte americano aos poucos recria os pássaros de onde as penas vieram, tudo de modo tão bem detalhado que os pássaros recriados ganham movimento e vida nas composições de Chris Maynard.

Com um já extenso portfólio que cresce a cada dia, o artista é enfático ao mencionar que todas as penas utilizadas em suas composições são de origem legal e que seu grande trunfo é justamente a escolha das penas certas para a realização de seus trabalhos, visto que apenas as penas tidas como excelentes para recorte são utilizadas e isto, de acordo com o artista, é fato dificílimo de acontecer.

Portfólio: featherfolio.com

Chris Maynard Paintwork

Chris Maynard Paintwork

Chris Maynard Paintwork

Chris Maynard Paintwork

Chris Maynard Paintwork

Chris Maynard Paintwork

Portfólio: featherfolio.com

Do Sangue ao Humor, os Coloridos Cartoons de Alex Pardee

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/05/2012 by Bronx1985

Natural de Antioch, California (EUA), Alex Pardee é o típico cartunista contemporâneo que sabe como poucos misturar de modo inteligente e pertinente o humor (ainda que negro!) e o sangue. Suas composições são uma mistura interessante de retratos do homem dos dias de hoje combinados com sarcásticas pitadas de tragédias pronunciadas.

Através do uso de cores explicitamente vivas e um traço peculiarmente “comic”, o norte americano apresenta-nos ilustrações recheadas de mensagens subliminares, estas muitas vezes até mesmo não recomendadas para menores ou pessoas sensíveis a temática em questão proposta.

Com um interessante e ensanguentado portfólio on-line disponível para apreciação, Alex Pardee possui em sua carta de clientes marcas de renome e prestígio junto ao mercado, dentre as quais destaco aqui a Hurley International, Twenty Twenty Skateboards, Bay Area Rapper, TopR, Upper Playground, Street Drum Corps, Aiden e Kid Robot, prova de que por mais polêmicas que as ilustrações do cara possam ser, as mesmas chamam a atenção e são objeto de desejo por parte da mídia.

Portfólio: eyesuckink.com

Portfólio: eyesuckink.com

Airigami, a Fina (e divertida) Arte de Moldar o Ar, por Larry Moss

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 14/02/2012 by Bronx1985

Releituras de pinturas clássicas, como Mona Lisa e Moça com Brinco de Pérola, facilmente podem ser encontradas sob a alcunha de jovens pintores espalhados por aí e, basicamente, é justamente isto que o artista norte americano Larry Moss se prediz a fazer, porém de uma forma tão criativa e inusitada quanto divertida e colorida, ele recria o clássico com balões (!)

Através de uma técnica básica de moldagem de balões de diferentes cores e tamanhos preenchidos com ar, Airigami como o artista autointitula, Larry Moss vai aos poucos dando vazão a interessantes e carismáticas releituras das mais famosas e valiosas composições pintadas na história do homem, tudo com uma fidelidade de representação tão única quanto peculiar àquela proporcionada pelos balões, que chamam e prendem a atenção de todos, crianças ou adultos.

 Ex-artista de rua, o nova iorquino Larry Moss iniciou e aperfeiçoou sua cativante arte pelas ruas da Big Apple , visto que já esteve em mais de 12 países divulgando a mesma e também já estivera presente em importantes canais de mídia, tais como o The Wall Street Journal, the Associated Press, CNN, PBS, Smithsonian Magazine, American Profile e Ripley’s Believe It or Not!

Portfólio: airigami.com

Portfólio: airigami.com

A Inusitada Reinvenção da Lã e Costura, as “Pinturas” de Cayce Zavaglia

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 28/09/2011 by Bronx1985

Com uma arte de essência ligeiramente pontuada para as tradições em tapeçaria e com um amor próprio único para o ofício de costura. As composições da artista norte americana Cayce Zavaglia são tão peculiares em representação quanto em modo de confecção.

Pintora como gosta de ser intitulada, Zavaglia progressivamente desenvolveu uma técnica única de costura de fios de lã em seqüência que, quando unidos por pontos tradicionais em uma tela, facilmente podem ser confundidos com uma pintura a base de óleo tradicional, visto que é nítida a preocupação da artista com características de profundidade, volume e forma.

Descancaradamente interessada em reinventar os conceitos básicos de pintura, a norte americana é enfática ao dizer que sua arte permite um novo olhar e diálogo entre o retrato e o processo, visto que suas composições já foram alvo de exibições em diversos estados de seu país natal, além do fato de regularmente as mesmas estarem expostas em publicação e periódicos de arte contemporânea.

Portfólio: caycezavaglia.com

Portfólio: caycezavaglia.com

Love Is In The Air: A Arte em Vinil de Carlos Aire

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/09/2010 by Adriana Almeida

O espanhol Carlos Aires que hoje divide seu tempo entre a Espanha e a Bélgica e é mais conhecido por seu trabalho como fotógrafo, resgata a mídia de um tempo, para alguns remoto, para outros, bem recente, e faz arte com os discos de vinil que foram aposentados pela era do CD.

O projeto foi batizado como “Love is in the air”, em uma referência a um disco de John Paul Young, de 1977, que foi hit, e hoje é quase um ícone da época. Os discos são milimetricamente cortados com laser sob a forma de silhuetas, o que já seria interessante por si só, dada a perfeição do corte e o aspecto divertido do resultado. Mas em adição, as formas escolhidas estão intimamente ligadas ao título ou conteúdo do disco usado como matéria prima, brincando com conceitos e idéias da época vistas sob o prisma dos dias atuais, de uma forma extremamente bem humorada e crítica. O disco “Touch Me”, por exemplo, se vê transformado em um homem musculoso, e assim sucessivamente.

Como um extra no interesse desse trabalho de Carlos, que é conhecido pelo seu gosto por uma polêmica, boa parte das silhuetas foram cortadas segundo um curioso critério: em uma busca no google com as palavras “Pornografia” e “Catástrofe”, ele selecionou fotografias aleatórias que iriam dar forma ao disco de vinil, relacionando-as com o título do álbum. Um complexo trabalho de associação, com uma mensagem subliminar pra lá de controversa.

Portfólio: carlosaires.com

Portfólio: carlosaires.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

Sandalism: Quando a Areia Ganha Vida

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18/08/2010 by Adriana Almeida

Em Londres, seja na calada da noite ou em eventos mega badalados, uma nova forma de arte, ou melhor dizendo, uma velha forma de arte ganha ares contemporâneos e um novo nome. Os velhos castelos na areia se modernizaram e agora se chamam Sandalism, uma junção de Sand (areia) com vandalismo, mas um “vandalismo” saudável e artístico…

Um belo dia, ao chegarem para trabalhar, operários inglêses encontram seus montes de areia para construção, transformados em verdadeiras obras de arte, sem terem sequer a menor idéia de como elas haviam surgido. As esculturas feitas de areia ganharam a atenção do público e da mídia, se tornaram um movimento artístico e maravilharam operários, transeuntes locais e turistas pelos últimos 2 anos, quando o movimento parece ter começado.

As esculturas são efêmeras, desfeitas pelo vento ou pelo trabalho que recomeça no dia seguinte, mas falam diretamente ao público que passa atribulado por seu cotidiano, e desperta sorrisos de encantamento e admiração no meio de dias cinzas. Zara Gaza, uma das expoentes desse movimento, orgulhosa de provocar sorrisos nos moradores londrinos diz: “Sempre fui interessada em arte de rua e em algo que as pessoas tivessem fácil acesso”.

Portfólio: sandalism.co.uk

Portfólio: sandalism.co.uk

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br