Arquivo para material

O Vanguardismo Bizarro da Costura de Iris van Herpen

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/04/2011 by Bronx1985

Inseridas em um contexto onde as regras normais não se aplicam, as obras de arte da holandesa Iris van Herpen, expressas no mais abstrato tom de vanguardismo, são o que há de mais bizarro e curioso no mundo fashion.

De essência pluralista e conotações dark, van Herpen força a moda para a contradição entre a extrema beleza e da regeneração, sendo esta a sua maneira única de reavaliar a realidade e de expressar e realçar a individualidade.

Seu trabalho, como um todo, consiste na mistura de emprego de confecções artesanais, utilizando-se de técnicas antigas e esquecidas de costura com a inovação de materiais inspirados no mundo contemporâneo.

Perguntada acerca do sentido de todo o seu trabalho, Van Herper é enfática ao dizer: “_ Para mim a moda é uma expressão de arte que está muito próximo e relacionado a mim e ao meu corpo. Eu a vejo como minha expressão de identidade combinado com o desejo, o humor e ambiente cultural.”

Portfólio: irisvanherpen.com

Portfólio: irisvanherpen.com

As expressivas esculturas de Gregor Gaida

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/05/2010 by Bronx1985

Polonês de Chorzów, Gregor Gaida é um escultor de múltiplas facetas. Seu trabalho é de essência tão inusitada quanto vanguardista e desperta nos observadores os mais complexos e relativos sentimentos, porém um em específico e inerente à sua obra é a questão da dúvida. Dúvida aos observadores que se dá explicitamente pela criativa junção dos mais variados tipos de objetos terrenos às suas formas,estas tão regulares quanto irregulares, onde o que depende aqui nada mais é do que a direta assimilação pessoal do escultor ao por ele disposto.

O currículo de Gaida é extenso, porém destaco aqui sua formação em Artes pela Bremen University of the Arts (HfK) e pela University of Fine Arts of Hamburg, ambas na Alemanha, Gaida possui suas esculturas em exibições solo por toda a Europa, onde é considerado um artista de tendências inovadoras.

Suas expressivas esculturas são feitas, na sua grande maioria, da junção harmoniosa de materiais como madeira, alumínio e poliéster, além de estarem sempre atreladas a acessórios tão peculiares quanto as mesmas em si, como capacetes de motociclistas, bandeiras negras, acessórios de vestimenta diversos e outros afins.

Perguntado sobre o porquê de uma obra tão expressiva e peculiar, o polonês rebate:

“_ Muitas das minhas obras são feitas de componentes positivamente carregados, que, no entanto, em sua soma e constelação acabam tendo um impacto negativo. A forma estetizada e, muitas vezes, o personagem-objeto das minhas obras são incompatíveis com uma narrativa. A imagem que eu acabo por oscilar entre atração e repulsa.”

Portfólio: gregor-gaida.de

Portfólio: gregor-gaida.de

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

O fotografismo vertiginoso de Caleb Charland

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 27/04/2010 by Bronx1985

Nascido na zona rural do estado de Maine, EUA, Caleb Charland é um criativo fotógrafo dotado de extrema facilidade para manipulação dos mais diferenciados tipos de materiais, dada a sua infância e adolescência marcadas pela sua ajuda à seu pai, um notório reformador de casas. Mais tarde forma-se no renomado Massachusetts College of Art and Design.

Perguntado sobre uma possível motivação para seus trabalhos, o americano é tão enfático quanto misterioso ao responder:

_ Busco inspiração na minha curiosidade científica, sempre atrelada a uma perspectiva de aproximação do surreal! Toda fotografia minha inicia-se pelas perguntas, Isto é possível? Como deve parecer? O que acontecerá se …?

Através de ângulos vertiginosos e cores meticulosamente selecionadas (explícita preferência por preto e branco), Charland é capaz de reproduzir em seu fotografismo as mais surreais e espetaculares representações diversas, capazes de traçar na cabeça dos observadores uma gostosa confusão entre o real, possível e imaginável.

Portfólio: calebcharland.com

Portfólio: calebcharland.com

Livros - Submarino.com.br

As esculturas recicladas de Joe Pogan

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 14/04/2010 by Bronx1985

Joe Pogan é nativo de Oregon, EUA, mas atualmente reside e executa suas esculturas em Aloha, também EUA. Após cumprir quatro anos na Marinha, passou a estudar artes e técnicas de solda de metais, daí foram mais de vinte anos como soldador profissional,  onde dedicou-se a exigente função de soldar peças de alumínio para a confecção de quadros de mountain bikes.

Não contente com a direção que sua vida profissional e pessoal tomava, um dia Pogan teve a brilhante idéia de utilizar a sua combinação única de experiência de solda e seu individual talento artístico para nos últimos anos criar uma incrível variedade de esculturas de animais (pássaros e peixes na grande maioria) através da utilização de metais diversos encontrados em lixos de indústrias, oficinas e casas residênciais.

Como obra final, Pogan cria inusitadas obras primas que, além de fazerem reais críticas ao desperdício e não reciclagem de metais por parte das sociedades, fazem menções diretas à destruição da flora e fauna por parte do crescimento desorganizado do modo de vida capitalista consumista das culturas ocidentais modernas.

Portfólio: joepogan.com

Portfólio: joepogan.com