Arquivo para matéria prima

A Vanguarda da Sustentabilidade, as Incríveis Esculturas com Pneus de Win Delvoye

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 19/09/2011 by Bronx1985

Expressivamente incríveis por representação, inovadoras por essência e construção e ecologicamente corretas por escolha da matéria prima, as magníficas esculturas do belga Win Delvoye são o que podemos considerar de arte para o século XXI.

Interessantemente delineadas em um contexto onde a responsabilidade sócio ambiental se faz cada vez mais tão presente quanto necessária, suas esculturas em pneus usados se destacam do óbvio pela inteligente e muito bem empregada técnica de recorte/talhagem em pneus velhos. Pneus estes que quando velhos e não corretamente manipulados tornam-se um crítico problema para a manutenção da vida verde nos grandes centros metropolitanos atuais.

Destaque não tão somente em seu país natal, mas em todo o mundo, Win Delvoye é um artista de muitas facetas, em seu genial site oficial (outra arte a parte) é possível constatar o talento do belga também para tattoos, desenhos e demais expressões em arte. Sem dúvidas vale a pena conhecer seu portfólio completo!

Portfólio: wimdelvoye.be

Portfólio: wimdelvoye.be

Do Alumínio à Arte, Os Espetaculares Retratos de Idan Friedman

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16/06/2011 by Bronx1985

De pouco expressão e geralmente utilizados apenas para fins de armazenagem e transporte de alimentos, os recipientes de alumínio estilo marmitex ganham uma nova função nas mãos do artista israelense Idan Friedman. Através de muita criatividade, talento e paciência, Idan X, como gosta de ser chamado, reproduz os mais interessantes e espetaculares retratos de figuras célebres de moedas do mundo.

Através de uma bem empregada técnica de prensagem do alumínio em diferentes pontos e posterior gravura no mesmo, Idan X dá vazão a esculturas que cativam os observadores pelo alto grau de inovação das mesmas, isto em questões de matéria prima utilizada e fidelidade na representação das personalidades então impressas.

Em cada vez mais em destaque em galerias ao redor da Europa, e América do Norte, as esculturas em alumínio do israelense tem conquistado tanto público quanto crítica especializada, abaixo seguem alguns exemplos de obras do cara que sem sombra de dúvidas explicam o porquê.

Portfólio: flickr.com/idanx

Portfólio: flickr.com/idanx

Graham Caldwell: Entre o Delicado e o Resistente

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 24/05/2011 by Adriana Almeida

 Esculturas são um caso a parte nas artes: por serem 3D,  por mais surreais ou fantasiosas que sejam, estão conectadas com o real e são a imaginação moldada e manipulada de forma palpável. Por isso, a escolha dos materiais usados parece ser ainda mais relevante que em outras manifestações artísticas, pois a sensação da obra está intimamente ligada a sua matéria prima.

Graham Caldwell é um escultor americano que trabalha com o que há de mais delicado e o mais resistente: vidro e aço. O resultado é intrincado, complexo e prende a nossa atenção. Destaque para suas peças com vidro espelhado, onde o reflexo se torna parte da matéria prima e dos significados que a peça evoca.

Portfólio: grahamcaldwell.com

Portfólio: grahamcaldwell.com

A Transformação e Paradoxo das Esculturas de Matt Johnson

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 24/10/2010 by Bronx1985

Em caminho oposto ao comum, sério e uniforme, as esculturas do norte americano Matt Johnson seguem explícitas tendências de transformação, humor e estranha, para não dizer bizarra, contemporaneidade.

Esculpidas nos mais diferentes e ímpares matérias primas, que vai desde alimentos, passa pela madeira e termina em metais, os objetos artísticos de Johnson distinguem-se e tornan-se únicos no cenário da estética em arte por propagarem de maneira positiva e direta o quanto as formas e representações podem ser, ao mesmo tempo em um interessante transição, divertidas e sérias.

Portfólio: alisonjacquesgallery.com/MattJohnson

Portfólio: alisonjacquesgallery.com/MattJohnson

Love Is In The Air: A Arte em Vinil de Carlos Aire

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/09/2010 by Adriana Almeida

O espanhol Carlos Aires que hoje divide seu tempo entre a Espanha e a Bélgica e é mais conhecido por seu trabalho como fotógrafo, resgata a mídia de um tempo, para alguns remoto, para outros, bem recente, e faz arte com os discos de vinil que foram aposentados pela era do CD.

O projeto foi batizado como “Love is in the air”, em uma referência a um disco de John Paul Young, de 1977, que foi hit, e hoje é quase um ícone da época. Os discos são milimetricamente cortados com laser sob a forma de silhuetas, o que já seria interessante por si só, dada a perfeição do corte e o aspecto divertido do resultado. Mas em adição, as formas escolhidas estão intimamente ligadas ao título ou conteúdo do disco usado como matéria prima, brincando com conceitos e idéias da época vistas sob o prisma dos dias atuais, de uma forma extremamente bem humorada e crítica. O disco “Touch Me”, por exemplo, se vê transformado em um homem musculoso, e assim sucessivamente.

Como um extra no interesse desse trabalho de Carlos, que é conhecido pelo seu gosto por uma polêmica, boa parte das silhuetas foram cortadas segundo um curioso critério: em uma busca no google com as palavras “Pornografia” e “Catástrofe”, ele selecionou fotografias aleatórias que iriam dar forma ao disco de vinil, relacionando-as com o título do álbum. Um complexo trabalho de associação, com uma mensagem subliminar pra lá de controversa.

Portfólio: carlosaires.com

Portfólio: carlosaires.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br