Arquivo para lúdico

Os lúdicos retratos com tiras de papéis e tampinhas de Ian Wright

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/06/2010 by Bronx1985

Interessado na ludicidade em que seu trabalho se apresenta, o norte americano (New York) Ian Wright criou uma técnica inusitada de se confeccionar retratos, através do inteligente uso de tiras dos mais variados tipos de papéis, tampinhas das mais variadas espécies e muita cola, ele consegue representar de forma criativa e vanguardista as mais específicas expressões faciais que suas obras destinam-se a ter.

Com obras expostas nos mais singulares centros de arte moderna existentes pelos 4 continentes, Wright é respeitado e sempre citado junto à crítica especializada, dadas as suas intenções tão sóbrias quanto contemporâneas atreladas a sua perspicaz sensibilidade na utilização de um material por muitos considerável como lixo moderno.

De prospecto harmoniosamente colorido, linhas interessantes e ângulos claros, sua obra aos poucos firmou-se como um exemplo para artistas plásticos iniciantes que buscam inspiração em obras alternativas em evidência no cenário artístico, isso de dá não tão somente pelo talento do artista empregado às mesmas, mas também pelo carisma e personalidade agradável inerentes ao norte americano.

Portfólio: mrianwright.co.uk

Portfólio: mrianwright.co.uk

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

“Ephemicropolis”, a cidade de Peter Root

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/05/2010 by Bronx1985

Bem como ser simples, as experiências lúdicas do trabalho Ephemicropolis de Peter Root remete nos a temas de impermanência, repetição, estrutura padrão, escala e arquitetura. Ephemicropolis muitas vezes toma a forma de algo extremamente frágil, sob um regime temporário, sujeita à eventos de essência micro-apocalíptica, como uma brisa leve ou uma folha caindo.

Através de uma técnica insistente e precisa de aglutinação de milhares de grampos de metal, Peter Root foi aos poucos (demorou 40 horas) e pacientemente criando uma das mais fantásticas representações de uma grande metrópole moderna, que destaca-se pela singularidade da matéria prima utilizada à sua confecção e pelo efeito visual que a magnitude da obra causa, se tomarmos como princípio as dimensões de um grampo único sozinho.

Acerca do artista, Peter Root é inglês e é formado em Belas Artes pela University College Falmouth, no Reino Unido. Sempre interessado em criar obras de arte que utilizem os aspectos do mundo ao seu redor, por vezes, ignorando sua funções ou padrões iniciais, como exemplo destaco objetos diversos, tecnologia, alimentos e o som.

Portfólio: peterroot.com

 Portfólio: peterroot.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br