Arquivo para linhas

Os Monstros Contemporâneos de Jérôme Meynen

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/12/2010 by Adriana Almeida

O belga Jérôme Meynen desenha à nanquim e eventualmente usa o recurso da colagem para pequenos detalhes em sua obra. Pontos, linhas, pontilhados, áreas preenchidas e áreas em branco. Quase todo mundo que já tentou aprender a desenhar passou pelo martírio ou divertimento (vai da índole de cada um…) do trabalho com nanquim quando tudo é expresso em duas únicas cores: o preto e a ausência dele. Portanto, não há nada de novo na técnica de Jérôme. O que impressiona é a riqueza de detalhes e de simbolismos. A maior parte de suas peças é composta de um somatório de cenas interligadas onde cada pequeno pedaço conta uma história por si só, e o todo se torna maior que a soma das partes.

Jérôme já participou de diversas exposições em grupo ou individuais, a maioria na Bélgica, mas seu trabalho já pode ser visto também na Espanha, Estados Unidos e França. Em sua obra, temos uma releitura dos nossos monstros interiores, trazidos à luz do contemporâneo, interligados em cenas complexas como complexos somos nós e tudo isso em obras tão cheias de detalhes que revelam o talento e o comprometimento de seu autor. Sem dúvida, um portfólio a ser conferido e um nome a se ficar de olho.

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

As Divertidas e Misteriosas Colagens de Merrick Angle

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/08/2010 by Adriana Almeida

O ilustrador Freelancer inglês Merrick Angle, que atualmente mora na França, faz o velho cortar e colar se utilizando de imagens retrô, muita imaginação e técnicas modernas de finalização.

Os Cubistas Pablo Picasso e Georges Braque já se utilizavam desse recurso de colar materiais externos à pintura/ilustração e criar peças inteiramente novas, com efeitos de textura e profundidade complemente diferentes do que seria possível sem essa técnica. Desde então, a colagem tem sido atualizada e reinventada, sobrevivendo a diversos movimentos artísticos, sempre com uma nova leitura.

Brincando com diferentes cores e texturas e o uso de linhas retas ao lado de linhas irregulares, Merrick Angle obtém um resultado é vivo, instigante e muito contemporâneo: velhas imagens contando novas questões. Mas talvez o mais interessante de sua obra seja o uso de símbolos matemáticos, latitudes e longitudes e constelações, como quem esconde um segredo nas entrelinhas de sua obra. Tudo isso, somado à seleção de pedaços de inusitadas fotos antigas, compõe um trabalho rico em complexidade.

Portfólio: blog.merrickangle.com

Portfólio: blog.merrickangle.com

Livros - Submarino.com.br