Arquivo para junção

O que Você fará de Mim? por Alexa Meade & Sheila Vand

Posted in PINTURAS, VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 30/11/2012 by Bronx1985

Alexa Meade é pintora e artista plástica norte americana, reconhecida internacionalmente pela sua técnica de pintura 2D e 3D corporal e em qualquer outra superfície de textura impar que lhe dê na cabeça, a outra, Sheila Vand, é também norte americana (atriz) interessada na peculiar conjectura da linguagem corporal, é performer especializada na maleabilidade da percepção humana através das abstrações contidas nas formas e cores encontradas no corpo do homem.

Interessadas na junção das capacidades e possibilidades artísticas uma da outra, as duas se juntaram para dar vazão a um incrível projeto de arte contemporânea intitulado originalmente por “MILK: what will you make of me”, cuja concepção consiste basicamente na então artista cênica Sheila Vand com seu corpo milimetricamente coberto pela tinta e técnica da pintora Alexa Meade e então estrategicamente semi submergido em uma piscina inflável preenchida por … leite.

Perguntadas sobre a real intenção do projeto proposto, as artistas são enfáticas ao tratarem o mesmo por uma leitura contemporânea de uma nova forma em expressão tanto corporal quanto por pintura visual, visto que ao mesmo tempo em que se apresenta uma modelo viva com uma incrível aplicação de pintura corporal, a mesma também representa de maneira muito incrível e inteligente uma tela tradicional de pintura onde se esboça o homem inanimado em posições pré definidas. Ao meu ver: incrível tudo isto!

Portfólio: alexasheila.com

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Sheila Vand & Alexa Meade Body Paintwork

Portfólio: alexasheila.com

“Tudo Para Os Ares”, o projeto surrealista da dupla NAM

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 04/07/2010 by Bronx1985

Formado pela dupla de japoneses Takayuki Nakazawa (designer gráfico) e Hiroshi Manaka (fotógrafo), o grupo NAM de artes visuais traduz em estilo e contemporaneidade o que há de mais curioso e ímpar na questão de instalações e reproduções ensaiadas diversas.

Através de uma técnica básica, porém de difícil execução e cabível de repetitivos ensaios, que consiste na disposição de elementos, objetos e modelos em situações e lugares predeterminados, o grupo japonês NAM recria situações até então só possíveis na imaginação dos mais férteis e dispostos, de modo que as mesmas despertam nos observadores uma interessante mistura de impossibilidade alcançada, além dos muitos outros sentimentos vinculados à estética visual.

Com fotografias expostas nos mais diferenciados centros de arte contemporânea, o trabalho de Nakazawa e Manaka sempre foi altamente bem elogiado pela crítica especializada, dada a dificuldade na manipulação das muitas variáveis artísticas existentes nas projeções do grupo.

Portfólio: n-a-m.org

Portfólio: n-a-m.org

Livros - Submarino.com.br

O Mix das ilustrações de Dmitry Ligay

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/07/2010 by Bronx1985

Impossível é contemplar uma das ilustrações do artista gráfico nascido no Uzbequistão, Dmitry Ligay e não encontrar alguma mensagem que venha de encontro ao seu gosto pessoal, dado o interessante mix harmonioso de informações contidas em suas ora complexas e insinuantes, ora simples e diretas ilustrações.

De traços peculiares à sua personalidade, Ligay transpõe em sua arte uma interessante relação entre o caos premeditado e a ordem subjetiva, através da representação, tudo em um bolo só, de ícones do pop contemporâneo, situações rotineiras de pessoas ordinárias, acontecimentos inusitados diversos e intenções de expressão relativas, tudo atrelado de forma intrínseca à mensagens indiretas subliminares pelo artista entendidas como necessárias à contemplação.

Em uma única obra, o ilustrador do Uzbequistão utiliza-se de cores fortes e vivas delicadamente contornadas, assim como de simples traços pretos, numa direta expressão de rabisco não acabado, tudo premeditado, pois é esta junção que permite à obra de Ligay distinguir-se pelo diferenciada mistura de representatividade que suas ilustrações são.

Portfólio: behance.net/d-planshet

Portfólio: behance.net/d-planshet

Livros - Submarino.com.br