Arquivo para Grécia

O Sereno Movimento em Preto e Branco da Vida, Fotografias de Peter Zeglis

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18/10/2011 by Bronx1985

Calmaria, simplicidade e sentido de paz talvez sejam alguns interessantes sentimentos a serem agregados as fotografias do grego Peter Zeglis. Interessado no movimento natural da vida e tudo mais ao seu redor, suas imagens em preto e branco de fato não necessitam de muitas cores para transmitirem a riqueza de detalhes e mensagens expressas pelas mesmas.

Nascido em Thessaloniki, Grécia, Zeglis encontra-se em constantes viagens pelos quatro cantos do planeta a procura de uma paisagem, situação, animal ou qualquer outra coisa digna de seu talento junto ao fotografismo. Dentro os muitos lugares já visitas pelo fotógrafo, destaco aqui regiões como a do Japão, da Escandinávia e de Budapeste, dentre muitos outros.

De essência básica simplista, ângulos meticulosamente ensaiados e sem muitas pretensões complexas intencionadas, são justamente tais características que fazem do trabalho do grego algo peculiar e de muito bom gosto, visto que em tempos onde o complexo é tratado como necessário, o simples torna-se único!

Portfólio: behance.net/peterzeglis

flickr.com/peterzeglis

Portfólio: behance.net/peterzeglis

flickr.com/peterzeglis

A Arte Sem Fronteiras de Christian Guémy (C215)

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/07/2010 by Adriana Almeida

Christian Guémy, conhecido como C215, faz Stencil Graffiti pelas ruas do mundo. Em meio ao cinza das paisagens urbanas, seu trabalho, de cores vivas ou contrastes intensos, pode ser visto na França, Rússia, Estados Unidos, Inglaterra, Índia, Grécia Brasil… para esse francês, o mundo literalmente não tem fronteiras.

Guémy se diz influenciado por Ernest Pignon-Ernest, o excepcional artista de rua também francês que já na década de 1970 fazia trabalhos espetaculares com stencil e outras técnicas. Sobre seu estilo itinerante, ele diz: “(…) A arte de rua é como o surf, as pessoas nunca devem pintar duas vezes no mesmo lugar e devem viajar para experimentar novas situações, novas leis, novas sociedades e culturas”.

Sua filha Nina – sua maior fonte de inspiração – e seu auto-retrato, além de uma fotografia de Jon Cartwright, são recorrentes ao redor do mundo, mas c215 parece ter um olhar sensível ao ambiente em que trabalha, e seus estencils sempre refletem características da cidade onde está. Neste artigo, selecionamos seus trabalhos feitos nas ruas de São Paulo, mas os convido a visitar a galeria do artista para verem seu impressionante trabalho ao redor do mundo, sempre inspirado pela cultura local somado ao seu estilo característico.

Portfólio: flickr.com/c215

Portfólio: flickr.com/c215

Livros - Submarino.com.br

As ilustrações ímpares de Christina Tsevis

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/06/2010 by Bronx1985

De traços singulares e cores meticulosamente entrelaçadas em mensagens diretas e subliminares, as ilustrações da grega Christina Tsevis se destacam pelos contornos e diretrizes estabelecidos pela artista.

Em um ambiente artístico muitas vezes dominado pelo sexo masculino, as ilustrações de Tsevis chamam a atenção dos observadores pela presente e marcante conotação de traços pertinentemente femininos, sendo os mesmos sinuosos por essência e de características singelas em apresentação e representação.

Altamente conceituada em seu país natal e também super popular dentre o mundo da arte moderna contemporânea européia, a grega Christina Tsevis possui um incontestável talento ímpar para o desenho e ilustração como um todo, capaz de despertar em nós os mais intrínsecos e relativos sentimentos.

Portfólio: dripbook.com/crosti

Portfólio: dripbook.com/crosti

Livros - Submarino.com.br

O mundo místico das ilustrações de Natalie Shau

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 21/05/2010 by Bronx1985

Natalie Shau é uma designer gráfica lituana que agora trabalha e vive na Grécia. Em suas obras ela combina fotografia, tecnologia digital e modelagem 3D, criando estranhas, enigmáticas, coloridas e por vezes surreais e assustadoras obras que definitivamente cativam pela essência de apelo emocional. 

Shau vai buscar inspiração no imaginário religioso, suas ilustrações remetem a contos de fadas clássicos da literatura russa em face de Gogol e Dostoievski. Carregadas de sentimentos e mensagens indiretas, que por alguns até são interpretadas por subliminares.

Sua preferência é nítida por traços e ângulos femininos, porém os cenários de fundo, cores e até mesmo intenções são múltiplas, que por vezes transpõem o óbvio e despertam nos observadores os mais intensos sentimentos, estes que se confundem com uma ingenuidade erótica que é inerente ao traço de Shau.

Simplesmente show!!

Portfólio: natalieshau.carbonmade.com

Portfólio: natalieshau.carbonmade.com

Livros - Submarino.com.br

Nick van Woert e sua “estranha” arte sob bustos

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/02/2010 by Bronx1985

Detentor de um talento tão notório quanto bizarro, Nick van Woert é um artista plástico de origem norte americana que hoje vive, produz e divulga suas peças sob solo europeu, mais precisamente na Holanda.

O extravagante trabalho de Nick pressupõe a releitura de um busto clássico de moldes gregos à uma visão, digamos assim, menos clássica e mais extravagante. Utilizando os mais diversos tipos de materiais, como gomas de mascar usadas, bolinhas de papel molhadas, resinas coloridas, bases líquidas de acrílico, cimento e embutidos de madeira, dentre muitos outros materiais, a fim de como propósito final, chegar às obras como propostas nas imagens.

O intuito de Nick com as suas obras é o de levar aos observadores, tomando como princípio o busto grego clássico o homem de antigamente, as muitas formas e cores que o homem moderno passou a ter, dadas as multirelações humanas dos dias de hoje, remetendo-nos a reflexão do quanto enriquecedor pode ser a globalização e a mescla de culturas e raças que nos permitimos com o passar dos tempos.

Muito interessante, porém ainda sim bizarro (imoral).

Portfólio: work.fourteensquarefeet.com

Portfólio: work.fourteensquarefeet.com