Arquivo para detalhes

Escavando o Próprio Caminho III – Licínio Souza

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/03/2011 by Adriana Almeida

Prosseguindo com os ilustradores que estão batalhando por seu espaço, Licínio Souza faz de tudo um pouco: arte digital, tradicional, conceitual, design, webdesign e escultura. Suas imagens são de grande impacto visual. Em especial as paisagens, amplas e repletas de detalhes nos evocando a sensação de nos sentirmos pequenos frente ao retratado. O uso de tons escuros e muitas sombras, aumentam essa sensação.

Embora muitas de suas peças possuam elementos figurativos, há um “que” de conceitual mesmo em suas ilustrações de personagens, parecendo ser esse o seu aspecto artístico mais marcante, que se sobressai dos demais elementos, numa clara priorização das idéias. Mas como há uma junção de elementos, seus trabalhos são como híbridos, nem muito ‘modernosos’, nem muito tradicionais, o que constitui quase uma assinatura pessoal tornando suas peças reconhecíveis a primeira vista.

Portfólio:artlicinio.blogspot.com & liciniosouza.deviantart.com

Portfólio:artlicinio.blogspot.com & liciniosouza.deviantart.com

O Traço Impressionante de Ricardo Fumanal

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/02/2011 by Adriana Almeida

O espanhol Ricardo Fumanal é mais um dos que engrossa a lista de ilustradores de moda e de publicidade que fogem do lugar comum. Seu traço é realista, delicado, com moderado uso de cores e poucos excessos. Ainda assim, são peças cheias de ricos detalhes expressos de maneira sutil e harmônica.

Tradicional, ele prefere desenhar diretamente sobre o papel, usando poucos ou nenhum recurso digital. Entre seus clientes, destacam-se as revistas Dazed & Confused, Glamour alemã, El País/EP3 e Marie Claire entre outras.

Portfólio: ricardofumanal.com

Portfólio: ricardofumanal.com

Os Monstros Contemporâneos de Jérôme Meynen

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/12/2010 by Adriana Almeida

O belga Jérôme Meynen desenha à nanquim e eventualmente usa o recurso da colagem para pequenos detalhes em sua obra. Pontos, linhas, pontilhados, áreas preenchidas e áreas em branco. Quase todo mundo que já tentou aprender a desenhar passou pelo martírio ou divertimento (vai da índole de cada um…) do trabalho com nanquim quando tudo é expresso em duas únicas cores: o preto e a ausência dele. Portanto, não há nada de novo na técnica de Jérôme. O que impressiona é a riqueza de detalhes e de simbolismos. A maior parte de suas peças é composta de um somatório de cenas interligadas onde cada pequeno pedaço conta uma história por si só, e o todo se torna maior que a soma das partes.

Jérôme já participou de diversas exposições em grupo ou individuais, a maioria na Bélgica, mas seu trabalho já pode ser visto também na Espanha, Estados Unidos e França. Em sua obra, temos uma releitura dos nossos monstros interiores, trazidos à luz do contemporâneo, interligados em cenas complexas como complexos somos nós e tudo isso em obras tão cheias de detalhes que revelam o talento e o comprometimento de seu autor. Sem dúvida, um portfólio a ser conferido e um nome a se ficar de olho.

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

Portfólio: hellomonsters.wordpress.com

O Tradicional Revisitado de Tom French

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 23/11/2010 by Adriana Almeida

O desenhista inglês Tom French, graduado com honras pelo Sheffield Institute of Art and Design, tem um trabalho que é essencialmente figurativo onde combina detalhes do foto-realismo com eventuais elementos abstratos e surrealistas.

O resultado são belíssimos desenhos, em especial de figuras femininas, que transitam entre a observação consciente e inconsciente, em imagens que possuem vida e movimento e carregam um forte apelo urbano e contemporâneo. E Tom não é propriamente inovador em sua técnica, que alias, é bastante tradicional: centrada no uso de carvão vegetal. Entretanto, o resultado final é revigorante e atual, além do apelo estético inegável.

Portfólio: flickr.com/le-vol & tomfrenchart.wordpress.com

Portfólio: flickr.com/le-vol & tomfrenchart.wordpress.com

John Battaglia e a Vida Como Ela É

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/11/2010 by Adriana Almeida

John Battaglia é um jovem fotógrafo de Nova York com um olhar privilegiado para o cotidiano urbano. Armado de uma câmera 35mm ele capta a vida em sua realidade e em seu sonho, nos seus detalhes mais mundanos e por isso mesmo, mais significativos.

Grande parte de suas fotos explora o movimento desenfreado das cidades em contrapartida a um detalhe estático e congelado no tempo: uma pessoa, um reflexo, um detalhe. O criador, pequeno e frágil e suas criaturas grandiosas e rápidas, a verdadeira síntese dos grandes centros urbanos.

Portfólio: johnbsite.com

Portfólio: johnbsite.com

Richard Kilroy e a Moda Revisitada

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/11/2010 by Adriana Almeida

Ilustrações de moda costumam seguir um determinado padrão, e salvo honrosas exceções, quem já viu uma, viu todas. Mas vez por outra artistas fogem do senso comum e inovam em todas as áreas, mesmo as mais características. Esse é o caso do artista inglês, nascido em Liverpool, Richard Kilroy. Tendo trabalhado com publicações como a revista V, Gym Class Magazine, Hainswheeler Keko e Djs pomo, Kilroy se concentra na simplicidade e força da forma, indo do minimalismo quase abstrato ao realismo quase fotográfico, mas normalmente, combinando ambos.

Dessa forma, em algum lugar entre o croqui despojado e a arte final saturada de detalhes, o produto final do trabalho de Richard é contemporâneo, diferente, levemente inquietante, e ainda assim, condizente com a cultura fashion que o inspira.

Porfólio: richardkilroy.com

Porfólio: richardkilroy.com

As Incríveis Instalações em Papel de Jeff Nishinaka

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 27/08/2010 by Adriana Almeida

Em Los Angeles, Jeff Nishinaka dobra folhas e mais folhas e monta impressionantes esculturas feitas de papel. Especialista nesse tipo de escultura, ele dá uma nova vida à milenar arte do origami. Utilizando-se em especial de papel branco e focos de luz para ressaltar as dobraduras, ele esculpe os mais variados temas: cenas da natureza, anatomia humana, ícones da modernidade… tudo vira instalação nas mãos desse talentoso artista.

Suas maquetes e quadros em 3D com impressionantes jogos de sombra e múltiplas camadas, saltam da parede e saltam aos olhos. O detalhamento é tão sofisticado, que parecem ter sido esculpidas em carrara ou outro material nobre, e não nas cotidianas e pouco valorizadas folhas de papel. Tamanho também não é um problema: suas esculturas variam de mais de 6 metros quadrados até míseras dezenas de centímetros, dependendo do tema escolhido e do uso que a obra pretende, já que além da arte pela arte, suas instalações também são usadas em peças de publicidade, destacando o produto (normalmente moda) a ser vendido como poucos outros cenários. Vale a pena conferir!

Portfólio: jeffnishinaka.com/

Portfólio: jeffnishinaka.com/

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br