Arquivo para compreensão

“Uma Carta de Amor pra Você” Os Grafites de Stephen Powers

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/08/2010 by Bronx1985

Amor, afetividade e relação de amizade, estes são os sentimento aflorados pela contemplação dos grafites do artista de rua norte americano Stephen Powers, espalhados pelos mais diferentes lugares da Filadélfia, cada obra de Powers transmite da mais singela e sincera forma as expressões mais comuns encontradas nas bocas das pessoas, porém que dificilmente são encontradas em seus atos, como por exemplo o real sentido de uma amizade sincera, o amor independente das diferenças e o exercer da empatia sem o auxílio do cinismo.

Através de uma técnica interessante de expressão em traços relacionados às mensagens transpostas, Powers utiliza-se das mais diferentes e alegres cores, estas que de modo harmonioso completam todo o contexto da sua arte e reforçam o real sentido das mesmas, que é justamente toda a questão envolta de uma relação social mais saudável e promissora entre os habitantes dos grandes centros metropolitanos de hoje, tudo também graças ao apoio do City of Philadelphia Mural Arts Program e patrocínio do Pew Center for Arts & Heritage

Portfólio: aloveletterforyou.com

Portfólio: aloveletterforyou.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

Ricardo Newton e o Realismo Antropológico

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/08/2010 by Adriana Almeida

O professor de Desenho e Pintura da Escola de Belas Artes da UFRJ, Ricardo Newton, é nascido e criado no Rio de Janeiro, e pinta o cotidiano, a urbanidade, o Rio de Janeiro. Com uma estética realista mas que não se fecha em si mesma, sua obra parece estar cheia de reticências, como quem conta a primeira frase da história e espera o interlocutor a completar. Trabalhando normalmente com óleo sobre tela, Ricardo Newton já realizou várias exposições individuais e participou de inúmeras coletivas.

Em sua obra, homem e meio ambiente – e um meio ambiente que é urbano e contemporâneo – dialogam, trocam idéias e se completam formando cenas a primeira vista banais e corriqueiras, mas cheias de significados em si mesmas, que extrapolam a tela. Ricardo nos obriga a olhar o óbvio e repensá-lo, completando as lacunas da compreensão. Trata-se de um realismo antropológico, que para além de retratar o cotidiano, o estuda, esmiuça, procura por novos ângulos de observação da realidade.

Muitas de suas obras, ao invés de cenas, são recortes, lembrando uma pop-arte sem cores chapadas. Ao contrário: suas cores são tropicais, iluminadas, abertas, realistas. Sua obra nos convida a imaginar, quem é esse que beija sob a chuva, que dá as mãos na mesa do bar, que caminha solitário sob a noite carioca. E ao imaginar suas histórias, elas se confundem com as nossas, e nos vemos retratados em nossas idiossincrasias cotidianas…

Portfólio: ricardonewton.com

Portfólio: ricardonewton.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

A Arte Conceitual de Dave Mckean

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 30/07/2010 by Adriana Almeida

Dave McKean (nascido em 29 de dezembro de 1963 em Maidenhead, Inglaterra) é um cultuado ilustrador inglês que tem em seu currículo incursões também na música (pianista de Jazz e fundador da Feral Records) e no cinema (diretor de MirrorMask em 2005 e a arte conceitual de Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban, por exemplo). 

No Brasil, Dave McKean é conhecido em especial pelas belíssimas capas conceituais das graphic novels Sandman, de Neil Gaiman. Mas além de várias outras HQs ilustradas por Dave, ele também assina várias capas de CD e de livros além de ter publicado diversos livros de ilustração contando suas viagens iconograficamente e livros infantis em parceria com seu amigo Neil Gaiman. 

Sua carreira se iniciou em 1987, depois de ter tentado sem sucesso trabalho como ilustrador no mercado nova iorquino no ano anterior. Nesse momento se estabeleceu uma parceria bem sucedida e duradoura com Neil Gaiman, tendo como trabalho de estréia a capa da Graphic Novel Violent Cases. 

Misturando em perfeita harmonia técnicas variadas como desenho, pintura, fotografia, colagem  digital e escultura, sua arte é totalmente conceitual, simbólica e mítica. Os diversos elementos que compõe a imagem final, possuem em si sentido e funcionam quase como pistas para compreender mensagens ocultas e significados escondidos em suas obras… 

Portfólio: mckean-art.co.uk/ 

Portfólio: mckean-art.co.uk/ 

Livros - Submarino.com.br