Arquivo para China

Toques da Alma, a Singela Arte Digital de Mojo Wang

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 07/05/2013 by Bronx1985

Chinês de alguma província ou cidade com altas taxas de densidade populacional, o ilustrador digital Mojo Wang consegue com suas composições apresentar o homem de maneira tão intimista quanto reservada em sua natureza introspectiva e solitária.

Através de uma técnica básica, porém muito bem resolvida de ilustração digital por meio de programas específicos, o chinês compõe o ser humano e seu meio social de modo minimalista e clean. Tudo com vistas a uma autorreflexão do mesmo, sua rotina, cultura e interação social com seus semelhantes.

Com um portfólio tão rico quanto diferenciado em questões de representatividade em Arte, fato é que Mojo Wang consegue mesmo expor o homem de maneira tão intensa quanto crua e nua, por assim dizer, visto que o mesmo, talvez como por consequência da sociedade em que vive, tende a cada vez mais se apresentar maquiado e armado defronte a tantas injustiças, preconceitos e situações adversas existentes.

Portfólio: flickr.com/mojowan

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Mojo Wang Digital Artwork

Portfólio: flickr.com/mojowan

Ilustrações Opostas, a Curiosa Junção de Técnicas de The White Deer

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 22/10/2012 by Bronx1985

The White Deer a.k.a. Peony Yip é ilustradora, desenhista e fotógrafa residente em Fanling, na cidade de Hong Kong (China), suas ilustrações caracterizam-se pela curiosa, interessante e criativa junção de diferentes técnicas de desenho para então compor ilustrações tão singelas quanto cativantes, se tomarmos como parâmetro seu traço cativante e cores meticulosamente utilizadas.

Conforme exposto, a artista chinesa se utiliza de diferentes técnicas de ilustração, que vão desde simples traços baseados em desenhos feitos com uma caneta comum Bic azul, até mesmo o uso de marcantes linhas e curvas digitalizadas que, quando em expostas uma ao lado da outra, criam um interessante paralelo harmonioso entre os desenhos que servem justamente para dar esta impressão em que opostos podem sim se atrair e completar.

Com um portfólio diferenciado e peculiarmente envolvido em toda a temática de diferenças aplicadas expostas, definitivamente as ilustrações da chinesa contemplam uma curiosa e bela, por assim dizer, perspectiva em ilustração, é a diferença unida que cria a beleza e representatividade no trabalho da ilustradora.

Portfólio: thewhitedeers.tumblr.com

Portfólio: thewhitedeers.tumblr.com

Tangendo os Limites da Pintura Corporal, a Incrível Arte de Huang Yan

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/02/2012 by Bronx1985

Pinturas de paisagens sempre foram a quintessência da arte chinesa,no entanto, o artista, também chinês, Huang Yan é um divisor de águas deste patrimônio sino-oriental, dando a pintura básica como sempre tida uma nova direção transpondo-a para o corpo humano, o corpo humano (dado este tipo de aplicação), que foi muito raramente utilizado na cultura antiga da pintura, mas que tem desempenhado um papel muito importante no desenvolvimento da arte contemporânea na China desde o final da década de 1970.

Em 1999, quando Huang Yan começou sua série de pinturas de fotografias cenográficas intituladas por “Paisagens Chinesas” – paisagens pintadas na pele de um corpo humano – seu trabalho foi notado quase que imediatamente pelos respeitadíssimos curadores chineses, Feng Boyi e Weiwei Ai, que juntos selecionaram várias composições para suas exposições centrais em Xangai, no ano de 2000.Pouquíssimos artistas, expressando o encontro entre a cultura tradicional chinesa e do mundo contemporâneo, conseguiram capturar simultaneamente a fusão e o paradoxo que este encontro gera e que é exposto de maneira tão plena, quanto sincera e harmoniosa como Huang Yan consegue.

Com um talento nato para a pintura e a sensibilidade de poucos para a forma com a qual sua arte é exposta, o chinês é sem dúvida um destes artistas que conseguem captar as tendências e comoções do novo, além de sempre manter bases no clássico pertinente a cultura de seu povo, simplesmente show!

Portfólio: artnet.com/huangyan

Portfólio: artnet.com/huangyan

O Óbvio, o Relativo e a Constituição do Belo nas Fotografias de D3sign

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/12/2011 by Bronx1985

Interessado na importância dos detalhes e harmonia de pontos para a constituição do belo, o trabalho do fotógrafo chinês D3sign pode sim ser considerado simples por composição, porém e em contrapartida apresenta em si uma peculiar e complexa explosão de informações e mensagens indiretas agregadas.

De cores múltiplas, alternativos focos de apresentação e ângulos indiretos para a captação das imagens, D3sign apresenta-nos o óbvio sobre sua tão relativa e bem argumentada noção de beleza, noção esta que desperta nos observadores a curiosidade e admiração, visto que é a partir das suas releituras que passamos até mesmo a enxergar nossas rotinas e situações do dia a dia também sobre uma nova perspectiva.

Com um interessante e diferenciado portfólio divulgado pela internet, é através de uma contemplação mais sincera e sensível que se percebe que as fotografias do chinês dialogam de maneira crua com muitos dos elementos encontrados na natureza e no meio humano contemporâneo, visto que talvez seja esta característica que traga a tão explícita riqueza de sentidos encontrada no trabalho do jovem.

Portfólio: flickr.com/d3sign

Portfólio: flickr.com/d3sign

Sangue, Movimento e Vida, as Expressivas Pinturas de Simon Birch

Posted in PINTURAS, VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 28/11/2011 by Bronx1985

Interessado em idéias universais de transição, no momento ambíguo entre uma iniciação e sua conclusão e na impossibilidade do presente e posterior futura concretização, o inglês Simon Birch, filho de romenos e hoje residente em Hong Kong, China, é destaque e parâmetro ao tratarmos de pintura figurativa contemporânea.

Compostas por marcantes cores tão sóbrias quanto sólidas, peculiar movimento de vida com dor e a conexão do homem com um mundo muitas vezes desconexo, nas pinturas de Birch o experimento e gosto pelo novo são tão marcantes quanto os sentimentos despertados através de uma contemplação mais sensível e aguda das mesmas. Expostas num contexto de pouco obviedade, suas obras tudo podem ser, menos mais do mesmo.

Com recorrentes exposições pela China, o trabalho do inglês é executado basicamente por óleo sobre tela, visto que seu talento reside justamente no interessante efeito “esfumaçado” alcançado, este que agrega valor e aguça a curiosidade das pessoas. Mais que palavras, as pinturas por si só norteiam nossas interpretações, ainda que tão relativas quanto às mesmas.

Portfólio: thebirchfoundation.com

Portfólio: thebirchfoundation.com

A Arte Simbólica e Engajada de Song Benxing

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/04/2011 by Adriana Almeida

Song Benxing é chinês e reside na França, e mesmo quando a relação entre esses 2 países não está nos melhores termos, ele é tratado como uma espécie de “queridinho da França”, com diversas exposições por ano, seja individuais, ou como participante em exposições coletivas.

A arte simbólica de Benxing já foi definida “como se Lewis Carroll encontrasse Andy Warhol”. São peças bem humoradas, irônicas, muitas vezes ácidas, incrivelmente pop e simbólicas, mas também são politica e socialmente engajadas. Temas como liberdade de expressão, direitos políticos e sistemas de governo permeiam sua obra, às vezes de forma sutil, outras vezes nem tão sutil assim, como é o caso das cabeças chinesas transformadas em objetos de consumo em um carrinho de supermercado…

Portfólio: songbenxing.com

Portfólio: songbenxing.com

O Extremo Urbano Único dos Grafites de Du Yi a.k.a. DAL

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 11/03/2011 by Bronx1985

Imparmente únicos em estilo, os grafites do artista de rua chinês Du Yi (a.k.a DAL) são inspirados na maneira como o mundo se fundamenta e muda sem prévio aviso e pelas emoções humanas e infinito espaço da vida em torno de nós.

Através de uma técnica tão singular quanto curiosa de grafite estilo “Wired”, DAL recria objetos e seres do cotidiano moderno humano, tudo em interessante harmonia com o contexto e local em que estes grafites são apresentados, de modo a naturalmente contrastarem com a paisagem ao redor em que se encontram pintados.

Com obras em destaque nos mais renomados centros de arte chineses e outras demais espalhadas por muros e construções diversas, DAL tem cada vez mais chamado a atenção do mundo ocidental para o seu talento e crítica intrínseca ao mesmo, fruto da sua vontade e dedicação à esta forma de expressão em arte urbana.

Portfólio: daleast.com

Portfólio: daleast.com