Arquivo para caos

Da Desordem ao Caos, a Aquarela Intimista de Chris Scarborough

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/09/2011 by Bronx1985

Sobre intitulação original “Aftermath series”, as pinturas do norte americano Chris Scarborough desconstroem o óbvio e dialogam com o que há de mais subliminar no vida do ser humano contemporâneo.

Através de uma técnica muito peculiar às obras de utilização de grafite, aquarela e guache sobre papel, o norte americano recria o homem, animais e o meio onde vivem retratando seus conflitos, rotinas e dogmas internos. Através de uma abordagem tão crítica quanto inteligente, temas chave como o caos e a desordem são apresentados aos observadores de modo complexo e intimista.

Com exposição recorrentes por todos os Estados Unidos, as pinturas de Chris Scarborough podem facilmente ser encontradas em muitas revistas especializadas em pinturas e afins, destaco aqui a Planet Magazine, Hi Fructose Magazine, NY Arts Magazine, ArtPapers Magazine e a New American Paintings dentre muitas outras, visto que é de praxe o reconhecimento e divulgação deste tipo de arte nos EUA.

Portfólio: scarboy.net

Portfólio: scarboy.net

Do Caos à Arte Urbana, Fotografias de Jakob Wagner

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 05/09/2011 by Bronx1985

Nascido em Herdecke, Alemanha, Jakob Wagner é o típico fotógrafo contemporâneo interessado no caos poético dos grandes centros metropolitanos. Suas composições refletem a harmonia desorganizada da vida humana no século do XXI.

Compostas por uma interessante profusão de cores e luzes, as fotografias do alemão nada mais representam do que a peculiar visão do mesmo sobre o homem, seus meios e rotinas, tudo em peculiar relação com os avanços e conseqüências da tecnologia moderna.

 Jovem e com um talento ímpar para o manuseio de uma câmera fotográfica e posterior manipulação em Photoshop, as imagens de Wagner contemplam ao mesmo tempo em que unem as mais diferentes cidades ao redor do mundo, como Berlin, Buenos Aires, Rotterdam e New York, por exemplo.

Portfólio: jakobwagner.eu

Portfólio: jakobwagner.eu

O Poético Acaso de Carolin Reichert

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/05/2011 by Adriana Almeida

A designer gráfica e fotógrafa alemã Carolin Reichert revisita o tema mais clichê e batido da história da humanidade: o pôr do sol. Associado ao romantismo e a uma certa melancolia, quase todos os artistas da humanidade já o fotografaram, pintaram, desenharam e compuseram canções a seu respeito, e ainda assim, é sempre uma visão revigorante e capaz de roubar nosso fôlego, ao ser visto pela primeira ou milionésima vez.

Não obstante, Carolin empresta criatividade e uma certa parcela do inesperado em suas interpretações desse fenômeno corriqueiro e natural, o sol a sumir no horizonte. Através de colagens de diferentes fotos e partes da mesma foto com diferentes tratamentos, o resultado é ligeiramente inusitado, mas evoca as mesmas sensações de completude e contentamento que o seu original – uma obra de arte natural – acrescido de vários simbolismos como a passagem do tempo, a repetição e a certeza irrefutável de que mesmo frente ao caos, o sol surge e se põe todos os dias, invariavelmente.

Portfólio: carolinreichert.com

Portfólio: carolinreichert.com

Byroglyphics: Caos e Movimento por Russ Mills

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/09/2010 by Adriana Almeida

Russ Mills é um artista inglês formado em Artes Gráficas e Design. Durante algum tempo ele trabalhou como freelancer, e hoje vive das vendas de sua arte em galerias e amostras, tendo seu trabalho, ou versões impressas dele, sido vendido no mundo inteiro.

Russ chama seu portfólio, e por extensão seu trabalho, de Byroglyphics: uma estranha combinação de letras que me lembram hieróglifos, os caracteres da escrita egípcia que possuíam forma de figuras, ou seja, desenhos que contam uma história, literalmente. Da mesma forma, Russ cria uma linguagem própria com seus mistos de ilustração e arte digital (simulando pintura), em um estilo bem característico, cheio de movimento e explosões de caos em um traço fino que lembra, mas supera, o rascunho despretensioso que antecede à obra.

Tudo começa com rascunhos feitos com caneta Bic fina, que Russ prefere usar por serem mais baratas, mais resistentes e, pare ele, tão eficientes quanto outros recursos bem mais caros. Depois a obra é transferida para o Macintosh e trabalhada no photoshop onde ganha um efeito de pintura sem sê-lo. trabalhando em especial com retratos, muitas vezes em close-up, o estático ganha vida em manchas de tinta milimetricamente calculadas ou caoticamente arranjadas e nos contam uma história, levantam uma angústia e imprimem uma emoção.

Portfólio: byroglyphics.com

Portfólio: byroglyphics.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

O Mix das ilustrações de Dmitry Ligay

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/07/2010 by Bronx1985

Impossível é contemplar uma das ilustrações do artista gráfico nascido no Uzbequistão, Dmitry Ligay e não encontrar alguma mensagem que venha de encontro ao seu gosto pessoal, dado o interessante mix harmonioso de informações contidas em suas ora complexas e insinuantes, ora simples e diretas ilustrações.

De traços peculiares à sua personalidade, Ligay transpõe em sua arte uma interessante relação entre o caos premeditado e a ordem subjetiva, através da representação, tudo em um bolo só, de ícones do pop contemporâneo, situações rotineiras de pessoas ordinárias, acontecimentos inusitados diversos e intenções de expressão relativas, tudo atrelado de forma intrínseca à mensagens indiretas subliminares pelo artista entendidas como necessárias à contemplação.

Em uma única obra, o ilustrador do Uzbequistão utiliza-se de cores fortes e vivas delicadamente contornadas, assim como de simples traços pretos, numa direta expressão de rabisco não acabado, tudo premeditado, pois é esta junção que permite à obra de Ligay distinguir-se pelo diferenciada mistura de representatividade que suas ilustrações são.

Portfólio: behance.net/d-planshet

Portfólio: behance.net/d-planshet

Livros - Submarino.com.br