Arquivo para artístico

Geografia Cartográfica Humana, a Incrível Arte de Fernando Vicente

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/09/2012 by Bronx1985

Difundidas em um contexto mixado entre a cartografia contemporânea e pinturas subliminares do homem e seu meio natural, as composições do pintor/ilustrador espanhol Fernando Vicente são tão curiosas quanto incríveis novidades na cena artística atual.

Através de uma interessante técnica de junção de ilustrações de mapas atrelada a pintura sobreposta de cavalos, pessoas e demais objetos/seres de preferência única do autor, o espanhol compõe sua arte em perfeita harmonia com o que a mesma destina-se a representar, representação esta muitas vezes fundamentada em conceitos e mensagem tão subliminares quanto indiretas.

De posse de tamanho talento e criatividade, não era de se esperar o contrário senão que Fernando Vicente trabalhasse para importantes e reconhecidas marcas globais, dentre as quais destaco aqui o jornal El País e também o reconhecimento vindo através de prêmios outorgados ao espanhol, dentro os quais também destaco aqui o “Laus de Oro” (ES) e o “Best of Newspaper Design” (UK).

Portfólio: fernandovicente.es

Portfólio: fernandovicente.es

A Busca pela Beleza, Fotografias de Nus por Klaus Kampert

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 17/06/2011 by Bronx1985

“Eu não estou interessado em mostrar a beleza como um fenômeno passivo. Antes, eu gostaria de apresentar o ser humano como um todo: corpo e mente unidos.” São com estas palavras que o fotógrafo alemão Klaus Kampert define e dialoga com o seu trabalho.

Através de uma técnica aplicada de fotografismo de, na sua grande maioria, bailarinos em situações pré-ensaiadas em sítios também já pré-moldados, Klaus Kampert dá vazão a sua imaginação e expõem o corpo humano de forma tão brilhante e poética quanto singela e subliminar, levando ao mundo a mensagem de que o homem não possui limites quando tratamos da sua inteiração com o meio em que vive.

Preocupado principalmente com o corpo humano, as fotografias Kampert não são consideradas ou ostentam a premissa básica de serem imagens clássicas do nu humano, tão pouco possuem essência de fotografia erótica, embora ainda assim esses gêneros podem ter um impacto sobre seu trabalho, as mesmas parecem difundidas em um contexto onde curvas vivas e de objetos se fundem, dando vazão a capacidade humana de transpor seus limites óbvios de possibilidades.

Portfólio: klauskampert.com

Portfólio: klauskampert.com

Andrey e Lili nos Jardins da Babilônia

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16/01/2011 by Adriana Almeida

A dupla russa Andrey Yakovlev (fotografia) e Lili Aleeva (direção de arte) possui um portfólio extenso, eclético e impressionante. São fotografias tão tecnicamente perfeitas, com acabamentos variados que evocam diversos sentimentos (de acordo com a proposta inicial), que fica difícil escolher as que poderiam sintetizar o trabalho de Andrey e Lili.

Entretanto, o editorial de moda “Jardins de Babylone” (Jardins da Babilônia), com certeza chama a atenção e se destaca entre os muitos trabalhos da dupla. São peças extremamente coloridas, mas que não agridem os olhos; Claramente fashion, mas sem perder o cunho artístico dos trabalhos anteriores; são mágicas e inocentes, e mesmo assim, não perdem sua natureza contemporânea e sensual. A série parece então conter em si e resumir a natureza eclética e inquieta de seus autores, coisa que até então podia ser atestada pela comparação de seus diversos trabalhos.

Portfólio:  behance.net/AndrewLili & photodom.com/ayakovlev

Portfólio:  behance.net/AndrewLili & photodom.com/ayakovlev

O Glitter e o Crú nas Fotografias de Elizaveta Porodina

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 03/10/2010 by Bronx1985

Ela é russa, mas hoje trabalha e vive em Munique, Alemanha, com apenas 20 e poucos anos, seu talento, criatividade, olhar artístico  e técnica de manuseio e captação de fotografias é algo somente visto em fotógrafos já experienciados por décadas de convívio com uma maquina fotográfica.

O foto ensaio aqui em exposição (o mais atual de Porodina) é a concepção de algo até então nunca visto no mundo do fotografismo. Através de uma técnica peculiar de captação de imagens sob ângulos predeterminados de modelos com os corpos semi-nús cobertos por glitter, a jovem fotógrafa consegue chamar a atenção dos observadores por todo a representação de texturas e cores que suas fotografias remetem, tudo em interessante harmonia com uma luz introspectiva e de modo a contrastar com as superfícies forradas por glitter. Show!!

Portfólio: flickr.com/elizavetap

Portfólio: flickr.com/elizavetap

Livros - Submarino.com.br

O Intenso Nú Artístico das Fotografias de Tomas Rucker

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 31/08/2010 by Bronx1985

Se não bastasse aqui a minha confessa e explícita preferência, dentro outros mais de 150 posts artísticos do blog,  pelo trabalho do fotógrafo Tomas Rucker, todos outros adjetivos sinônimos de esplendoroso, peculiar, conotativo e vanguardista dariam conta do recado de passar a mensagem do quanto singularmente único é o projeto aqui tratado do cara.

Através de uma básica técnica de fotografia em preto e branco, porém de representação única e talento lado-B em intenção erótica subliminar, Rucker dá vazão aos mais relativos e inerentes sentimentos humanos despertados a partir de uma, no mínimo, grotesca contemplação de seu foto ensaio, visto que o mesmo agrada aos sentidos mais considerados de senso comum aos mais refinados e críticos por essência.

Mais do que palavras, dado todo o proposto pelo fotógrafo, suas composições dizem mais que tudo por fazerem menção ao mais absurdamente magnífico exemplar de formas hoje existente em nosso planeta, que é um bem delineado corporal feminino. Sem mais!

Portfólio: tomasrucker.com

Portfólio: tomasrucker.com

Livros - Submarino.com.br

Desenhando em Metal: as Instalações de Frank Plant

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 05/07/2010 by Adriana Almeida

Frank Plant é um americano que vive em Barcelona. Estudou escultura na Universidade de Artes, na Filadélfia e também estudou um ano no “Studio Art Centers International” em Florença, Itália. Trabalhou por um tempo fazendo cenografia teatro e dança, sem deixar de lado seu trabalho como escultor. Por volta de 1993, ele começou a desenvolver seus desenhos em aço: uma técnica inovadora que Frank passou a dominar. Em 1999 mudou-se para Barcelona, onde vive no momento. Seu trabalho pode ser encontrado em coleções públicas e privadas em toda a Europa e América do Norte.

Usando aço soldado e compondo com objetos do cotidiano, Frank monta peças extremamente objetivas e claras, onde delineia formas tridimensionais que são verdadeiras análises sociológicas, mas de uma forma descompromissada e nada pedante. Em seus trabalhos mais recentes, há também o uso de fotografia e pintura, pedaços de madeira, fontes de luz, motores, sensores, e mesmo a produção de som e música como parte integrante de suas esculturas, montando peças cada vez mais interativas.

Suas instalações são provocativas, engajadas, contemporâneas. Mais do que contar uma história, marcam uma posição. Dizem algo de quem a fez, da época em que foram feitas e de quem possui a peça, numa espécie de cartão de visitas artístico que faz uma declaração sócio-política e diz ao mundo a que veio. Compondo peças por vezes peças divertidas e engraçadas, em outras vezes, complexas críticas sociais, Frank é literalmente um artista de seu tempo que ousa brincar com a modernidade.

Portfólio: hierroglyphic.blogspot.com

Portfólio: hierroglyphic.blogspot.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

As obras fetichistas de Brian M. Viveros

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 24/04/2010 by Bronx1985

Auto intitulado artista surrealista de tendências fetichistas e insinuações pornográficas, Brian M. Viveros é americano e considerado um dos mais influentes e talentosos artistas de design gráfico. Suas criações traduzem o peculiar jeito do autor em transpor para o campo do visual sentimentos e passagens carregadas de erotismo e sensualidade, sempre à elas agregados elementos politicamente incorretos, como cigarros e sangue.

Compostas por traços fortes e cores vibrantes, as obras fetichistas de Vivero já lhe renderam a sua divulgação em diversas revistas de natureza pornográfica, além de alguns prêmios em feiras e exposições eróticas pela Europa e EUA.

Suas sempre mulheres misteriosas, seus olhos com nítidas menções de desejo e os cigarros nos cantos das bocas tornarem-se marca registrada do americano, sua arte é uma mistura única de diferentes conceitos visuais artísticos, destaco o surrealismo, RPG e fantasias de expressionismo de dor, como aquelas onde as mulheres são viciadas, torturadas e presas, mas de alguma forma, mesmo nessas cenas mórbidas, ele é capaz de manter uma dose decente de humor.

Portfólio: brianmviveros.com

Portfólio: brianmviveros.com

Livros - Submarino.com.br