Arquivo para artista de rua

A Arte Sem Fronteiras de Christian Guémy (C215)

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/07/2010 by Adriana Almeida

Christian Guémy, conhecido como C215, faz Stencil Graffiti pelas ruas do mundo. Em meio ao cinza das paisagens urbanas, seu trabalho, de cores vivas ou contrastes intensos, pode ser visto na França, Rússia, Estados Unidos, Inglaterra, Índia, Grécia Brasil… para esse francês, o mundo literalmente não tem fronteiras.

Guémy se diz influenciado por Ernest Pignon-Ernest, o excepcional artista de rua também francês que já na década de 1970 fazia trabalhos espetaculares com stencil e outras técnicas. Sobre seu estilo itinerante, ele diz: “(…) A arte de rua é como o surf, as pessoas nunca devem pintar duas vezes no mesmo lugar e devem viajar para experimentar novas situações, novas leis, novas sociedades e culturas”.

Sua filha Nina – sua maior fonte de inspiração – e seu auto-retrato, além de uma fotografia de Jon Cartwright, são recorrentes ao redor do mundo, mas c215 parece ter um olhar sensível ao ambiente em que trabalha, e seus estencils sempre refletem características da cidade onde está. Neste artigo, selecionamos seus trabalhos feitos nas ruas de São Paulo, mas os convido a visitar a galeria do artista para verem seu impressionante trabalho ao redor do mundo, sempre inspirado pela cultura local somado ao seu estilo característico.

Portfólio: flickr.com/c215

Portfólio: flickr.com/c215

Livros - Submarino.com.br

Delicadeza nas Ruas: a Arte de David Walker

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/07/2010 by Adriana Almeida

Até algum tempo atrás, ‘graffiti’ era sinônimo de pichação, vandalismo e sujeira. Mas hoje a rua é palco dos mais talentosos artistas e andar pelas grandes cidades pode nos revelar o inusitado, o delicado, o psicodélico e o ácido do cotidiano visto pelo olhos de ‘artistas da rua’ que armados de uma lata de tinta spray povoam a cidade com o nosso imaginário, invertendo o sentido do reconhecimento: ao invés de ir dos museus e coleções para o mundo, eles vão do mundo para os museus e coleções…

David Walker, residente em Londres, é um desses artistas que escolheu as paredes da cidade como tela. Em seus trabalhos mais atuais, ele vem trabalhando exclusivamente com o jet de tinta, e pintando os mais delicados retratos femininos, envoltos em mistério e sensibilidade. Seus retratos, normalmente monocromáticos ou duo-cromáticos, são decorados com psicodélicas rajadas de cores, acrescentando magia no seu realista e preciso traço, que apesar de ser feito com o spray da tinta, parece ter sido desenhado milimetricamente, tamanha a sua perfeição.

Hoje, membro do Scrawl Colective, David é reconhecido no circuito da arte de rua e é constantemente convidado a participar de exposições, além de reproduzir seu trabalho em mídias mais convencionais,com as quais já trabalhou anteriormente, para fulgurarem nas coleções particulares de apreciadores da arte no mundo todo.

Portfólio: artofdavidwalker.com

Portfólio: artofdavidwalker.com

Livros - Submarino.com.br