Arquivo para artificial

Foto Ensaio sobre as Bolhas, por Fabian Oefner

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/11/2012 by Bronx1985

Suíço de Zurique, o jovem, porém experiente fotógrafo Fabian Oefner é tido como referência em fotografismo quando o assunto é a captação de imagens em macro de bolhas (de sabão ou não). Seu talento, quando atrelado a sua paciência e sensibilidade para a hora certa da captura de uma foto transmitem-se em seus incríveis ensaios sobre este elemento tão curioso quanto belo, por assim dizer.

Através de uma técnica muito bem desenvolvida de captação de imagens macro em alta velocidade das bolhas em um ambiente de luz e vento controlados, o suíço, através de repetidas imagens obtidas, consegue, como poucos, expor uma bolha de forma tão curiosa quanto inédita se tomarmos como base a peculiar representatividade obtida pelo fotógrafo em suas composições.

Com um colorido, bem delineado e interessante portfólio disponível para apreciação em seu site oficial, fato é que Fabian Oefner consegue como poucos apresentar-nos a fotografia contemporânea de uma maneira tão contemporânea quanto a mesma destina-se a ser caracterizada, o que faz dele um artista de exemplar talento e muito dedicação para com a representação visual dos objetos propostos.

Portfólio: fabianoefner.com

Portfólio: fabianoefner.com

As necessárias esculturas submarinas de Jason de Caires Taylor

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 21/04/2010 by Bronx1985

Jason de Caires Taylor é conhecido no mundo inteiro por ser pioneiro na arte de repovoar o fundo do mar (criação de recifes artificiais) através da introdução  de esculturas de temáticas diversas. Filho de pais ingleses, Taylor graduou-se em 1998 pela de Camberwell College of Arts, University of Arts de Londres, com um BAHonours em Escultura e Cerâmica, além de também ser instrutor de mergulho, naturalista submarino e premiado fotógrafo subaquático com mais de 14 anos de experiência de mergulho em vários países.

Em maio de 2006, ele ganhou reconhecimento internacional pela criação do primeiro parque subaquático de esculturas em Granada, nas Antilhas. Suas esculturas submarinas são projetadas para servirem-se de recifes artificiais para a vida marinha habitar e colonizar.

As obras do inglês se envolvem com a visão das possibilidades de um futuro sustentável, retratando a intervenção humana como positiva e afirmativa. Com base na tradição de imagens figurativas, o objetivo do trabalho de Taylor é tratar com o público visitante a questão crucial da proteção ao meio ambiente subaquático através das fronteiras do mundo da arte. No entanto, fundamental para compreender sua obra é o fato de que ela encarna a esperança e otimismo da natureza regenerativa transformadora.

Portfólio: underwatersculpture.com

Portfólio: underwatersculpture.com