Arquivo para arte digital

Mathias Haker e sua Curva Perspectiva do Mundo

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 27/04/2011 by Bronx1985

Delineadas entre uma interessante e colorida exposição do mundo moderno e sua arquitetura construída pelo homem e um bem inserido efeito de perspectiva curva via Photoshop, as fotografias do alemão Mathias Haker cativam pela simplicidade e criatividade no manuseio das mesmas.

Com um vasto portfólio em seu currículo, o talento de Haker para o manuseio de uma câmera digital é nítido, bem como suas habilidades em tratamento de imagens. De cores abundantes e focos muito bem resolvidos, as fotografias de Haker dão-nos a possibilidade de uma nova retratação do óbvio, induzindo aos observadores uma nova questão em representatividade e reflexão.

Portfólio: matthiashaker.com

Portfólio: matthiashaker.com

Escavando o Próprio Caminho III – Licínio Souza

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/03/2011 by Adriana Almeida

Prosseguindo com os ilustradores que estão batalhando por seu espaço, Licínio Souza faz de tudo um pouco: arte digital, tradicional, conceitual, design, webdesign e escultura. Suas imagens são de grande impacto visual. Em especial as paisagens, amplas e repletas de detalhes nos evocando a sensação de nos sentirmos pequenos frente ao retratado. O uso de tons escuros e muitas sombras, aumentam essa sensação.

Embora muitas de suas peças possuam elementos figurativos, há um “que” de conceitual mesmo em suas ilustrações de personagens, parecendo ser esse o seu aspecto artístico mais marcante, que se sobressai dos demais elementos, numa clara priorização das idéias. Mas como há uma junção de elementos, seus trabalhos são como híbridos, nem muito ‘modernosos’, nem muito tradicionais, o que constitui quase uma assinatura pessoal tornando suas peças reconhecíveis a primeira vista.

Portfólio:artlicinio.blogspot.com & liciniosouza.deviantart.com

Portfólio:artlicinio.blogspot.com & liciniosouza.deviantart.com

O Surreal e o Contemporâneo sob a Óptica de François Leroy

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 29/10/2010 by Adriana Almeida

François Leroy é um jovem ilustrador freelancer francês, também conhecido como Travelling,  que faz arte digital, em especial a fotomanipulação. Apesar de ter estudado artes gráficas em Paris, François é basicamente um auto-didata, que faz do photoshop a sua tela, dando vida a interessantes peças que misturam muita cor, vida, surrealismo e contemporaneidade.

Seu início de carreira tem sido promissor: capas e tutoriais para revistas especializadas em photoshop além de ter sido entrevistado por várias publicações do gênero, que reconhecem seu talento e sua técnica em construção. Pode ainda não parecer ser muito, mas com apenas 20 anos e em um mercado repleto de talentos e bastante competitivo, esse reconhecimento não é pouca coisa.

Portfólio: graphic-travelling.com

Portfólio: graphic-travelling.com

Dr. Franken: Arte Digital de Tirar o Fôlego

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15/10/2010 by Adriana Almeida

Fran Rodrìguez Learte (aka Dr. Franken), formado pela Academia de Belas Artes de Salamanca, é um ilustrador freelancer sediado em Madrid, na Espanha, que junto com Natalia Molinos forma o Nastplas, um grupo especializado em arte digital.

Seu trabalho combina várias técnicas como 3D, airbrush, vetores e fotografia, resultando em um visual moderno e impactante, além de bastante eclético, com peças totalmente futuristas, outras de clara influência gótica e outras ainda bastante minimalistas e repletas de sensibilidade. Muitas vezes, a combinação de tudo isso.  Por serem feitas, ou pelo menos finalizadas, no computador, o único limite é a criatividade, sendo que ao olhar os resultados, a deste artista parece tender ao infinito.

Portfólio: nastplas.com

Portfólio: nastplas.com

Byroglyphics: Caos e Movimento por Russ Mills

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/09/2010 by Adriana Almeida

Russ Mills é um artista inglês formado em Artes Gráficas e Design. Durante algum tempo ele trabalhou como freelancer, e hoje vive das vendas de sua arte em galerias e amostras, tendo seu trabalho, ou versões impressas dele, sido vendido no mundo inteiro.

Russ chama seu portfólio, e por extensão seu trabalho, de Byroglyphics: uma estranha combinação de letras que me lembram hieróglifos, os caracteres da escrita egípcia que possuíam forma de figuras, ou seja, desenhos que contam uma história, literalmente. Da mesma forma, Russ cria uma linguagem própria com seus mistos de ilustração e arte digital (simulando pintura), em um estilo bem característico, cheio de movimento e explosões de caos em um traço fino que lembra, mas supera, o rascunho despretensioso que antecede à obra.

Tudo começa com rascunhos feitos com caneta Bic fina, que Russ prefere usar por serem mais baratas, mais resistentes e, pare ele, tão eficientes quanto outros recursos bem mais caros. Depois a obra é transferida para o Macintosh e trabalhada no photoshop onde ganha um efeito de pintura sem sê-lo. trabalhando em especial com retratos, muitas vezes em close-up, o estático ganha vida em manchas de tinta milimetricamente calculadas ou caoticamente arranjadas e nos contam uma história, levantam uma angústia e imprimem uma emoção.

Portfólio: byroglyphics.com

Portfólio: byroglyphics.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

A Arte Simbólica e Filosófica de Edward Bateman

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/08/2010 by Adriana Almeida

Edward Bateman é um artista digital americano, nascido em 1962, e sua arte é um manifesto filosófico. Em sua página, ele diz: “Cada objeto existe em dois mundos. Um deles é o real, que nós conhecemos através de nossos sentidos e outro só existe em nossas mentes. É neste reino mental onde os objetos assumem as propriedades da metáfora e do sentido.”

Essa é uma premissa antiga, que remonta dos filósofos gregos aos pensadores modernos, e reflete a própria arte como um todo. A coexistência do mundo tangível e do mundo das idéias, e a co-dependência dessas duas instâncias, poderia ser a explicação última para o efeito avassalador de uma obra de arte em nossas mentes, como se finalmente as duas realidades tivessem agora uma ponte, por onde podemos percorrer e pudéssemos, enfim, compreender o universo.

Uma chave não é uma chave. É uma ideia. É um símbolo. É um discurso filosófico que abre portas. E assim se repete em todos os objetos que vemos. Eles são seu corpo físico e ao mesmo tempo, a ideia que a eles associamos, criando seu significado, ao mesmo tempo primário e final.

Ao fazer arte 3D, modelando objetos dentro de um computador, Bateman faz quase um meta discurso. Seus objetos não são reais porque são imagens, mas também não são reais porque são a idéia desse objeto, pertencentes ao que Platão chamava de Mundo das ideias. Associando em suas imagens diversos objetos de forma delicada e intrincada, Bateman nos convida a cruzar essa ponte que separa os dois mundos, onde signo e significado finalmente se encontram, nos levando a um sentimento de completude.

Portfólio: xmission.com/capteddy

Portfólio: xmission.com/capteddy

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

A arte imponente de Rudy Herczog (Rochr)

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/06/2010 by Adriana Almeida

Rudolf (Rudy) Herczog, também conhecido como Rochr, é um aclamado e premiado artista digital sueco. Seu trabalho pode ser encontrado nas páginas das mais conceituadas publicações do gênero, e apesar de ser extremamente disputado, trabalha como freelancer tanto na sua terra natal como no resto do mundo, em trabalhos na área de matte painting (as paisagens digitais que tornam diversos filmes financeiramente viáveis), design de produto, visualização arquitetônica e tutoriais para livros e revistas da área.

Sua paixão por arquitetura e ficção científica é mais do que clara em sua obra: são seus aspectos característicos. Com um nível de detalhamento impressionante até mesmo para outros artistas que fazem modelagem em 3D, Herczog usa programas como o cinema4d, maxwell render, bryce e photoshop para trazer a vida mundos completos, ricos significado, e que são como fotografias de algo que não está lá…  No seu trabalho, realidade e imaginação se tornam indistinguíveis.

Suas obras são amplas, grandiosas, imponentes, e nos remetem àquela sensação da primeira vez que nos vemos frente à conquista do novo (a primeira ida ao mar, o primeiro passo do homem na lua, o último passo na escalada da mais alta montanha…). Sem fôlego frente as suas incríveis paisagens digitais ou intrigados por seus devaneios futuristas, somos transportados para um lugar onde tudo é possível e podemos cumprir nosso destino de grandes feitos.

Portfólio: rochr.com

Portfólio: rochr.com

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br