Arquivo para animais

Mistérios do Serengeti, as Retratantes Fotografias de Marsel van Oosten

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/03/2013 by Bronx1985

O ecossistema Serengeti é uma região geográfica na África Oriental, no norte da Tanzânia e sudoeste do Quênia, cobrindo cerca de 30000 km2, o Serengeti, dentre outras curiosidades, abriga a maior migração animal de mamíferos do mundo. Idealizado como um incrível cenário para fotografias de paisagens naturais, foi justamente este rico país em belezas que o fotógrafo holandês (situado em Amsterdam) Marsel van Oosten  agora nos delicia com seu incrível mais recente foto ensaio.

Interessado em toda a majestosidade que a natureza apresenta-se em lugares de impar representatividade como o Serengeti, Marsel van Oosten  compõe imagens para lá de tocantes. São fotografias são tão intensas em cores e mensagens que chegam a tocar a sensibilidade até mesmo daqueles menos propensos a tal percepção.

Com um tão peculiar quanto diferenciado portfólio on-line disponível para apreciação em seu portal oficial junto do 1X, fato é que o holandês possui um talentoso e clínico olhar especializado na captação de imagens de paisagens naturais, visto que o mesmo encontra-se permanentemente em workshops de técnicas de fotografismo da natureza ou em excursões ao redor do mundo fotografando as belezas do nosso planeta.

Portfólio: 1x.com/ marselvanoosten 

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Marsel van Oosten Photowork

Portfólio: 1x.com/ marselvanoosten 

O Mar: Quando Quebra na Praia, por William Dalton

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 23/10/2012 by Bronx1985

Suíço da cidade de Interlaken, nítido é o amor do fotógrafo William Dalton pelo mar, sua água salgada, os esportes nele praticados, sua magia, cores, mistérios e todo o incrível sentido poético que o mesmo exerce em nossas vidas, rotinas e relações de convívio com o meio ambiente.

Explicitamente interessado na beleza e senso de preservação que o mar traz para a vida do homem, as fotografias de William Dalton resumem em incríveis imagens toda a desenvoltura, independência, senso de liberdade e magnitude que o mar possui quando suas ondas quebram-se sobre bancos de areias costeiros, mais conhecidos como praias.

Com um tão colorido quanto magnífico portfólio on-line disponível para apreciação, curioso é que mais que simplesmente nos apresentar o mar como o mesmo de fato é, os foto ensaios do suíço acabam por permitir aos observadores até mesmo um sentido curioso de reflexão sobre a vida, visto que não há nada mais místico e incrível do que refletir sobre a vida observando o mar e suas ondas mágicas.

Portfólio: flickr.com/bovinacowboy

Portfólio: flickr.com/bovinacowboy

Os Curiosos Troféus Domésticos de Rachel Denny

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 30/11/2010 by Adriana Almeida

Madeira, lã, restos de tecido, resina, gesso e outros objetos encontrados ao acaso misturados a muita criatividade e surge a série “Troféus Domésticos” (“Domestic Trophies”) da americana Rachel Denny, que já expôs em diversas exibições (em grupo ou solo) e ganhou prêmios por seu trabalho.

Inspirada pelas elegantes e imponentes formas dos animais e pelo potencial de manipulação de materiais de trabalho propositadamente inusitados, Rachel faz esculturas e bustos de animais numa interessante releitura de um objeto que é parte da cultura de várias regiões americanas, em especial no oeste dos desbravadores, que caçavam suas presas e as exibiam orgulhosos empalhadas em formas de troféus. As versões de Rachel, 100% “murder free” (livres de assassinato) e ecologicamente corretas, preserva a natureza viva onde deve estar, e ainda a leva simbolicamente para casa de uma maneira curiosa e diferente.

Portfólio: racheldenny.com

Portfólio: racheldenny.com

Helmo e as Feras da Moda

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 12/11/2010 by Adriana Almeida

Feras da Moda (Beasts of Fashion, ou no original, Bêtes de Mode) é uma série de 13 imagens de modelos superpostas à imagens de animais feitas em 2006 pelo grupo de designers gráficos Helmo, composto por Thomas Couderc e Clement Vauchez. A série foi feita originalmente para uma instalação na Galeria Lafayette em Paris.

O trabalho foi feito em colaboração com Thomas Dimetto, que originalmente fazia parte do grupo, e usando as fotografias de Laurent Croisier (moda) e Christophe Urbain (animais) e o resultado fala por si só.

Portfólio: helmo.fr

Portfólio: helmo.fr

James Kuhn e sua grotesca pintura facial

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/04/2010 by Bronx1985

Auto-intitulado artista drag queen, ex-nudista e cristão renascido, James Kuhn é norte americano e tem aproximadamente 46 anos de idade que gosta de pintar o rosto (e cabeça). E eu não estou falando apenas de um pouco de brilho e glitter, estou falando de transformações por completo!  Em alguns casos, ele ainda acrescenta peças de bonecas, extensões de papel e muito mais. Mas não há nenhum sentido em tentar descrevê-lo, você simplesmente tem que ver os seus auto-retratos.

Sua obra tem causado muita agitação por onde passa, aclamado gênio por uns e ridículo por outros, a arte de James Kuhn é, no mínimo, notória e digna de contemplação, dados os efeitos e representações que o artista consegue transpor para os observadores, através de auto-retratos fundamentados em paródias e sempre completos por cores vivas, que deixam transparecer o bom humor do americano.

Flicker: flickr.com/jameskuhn

Flicker: flickr.com/jameskuhn

A criativa arte em cercas da Demakersvan

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 13/03/2010 by Bronx1985

Ta aí uma coisa que se pensarmos bem parece fácil e óbvia de ser possível de ser feita, porém nunca vimos em lugar algum aqui no Brasil. Pois na Europa isso já é realidade e  está presente nos mais diversos lugares onde uma cerca se faça necessária.

O projeto da arte em cercas é assinado pela casa alemã de designers Demakersvan, famosa pela sua criatividade atrelada à ambiciosos projetos contemporâneos, unindo a funcionalidade de uma cerca com o bem estar que a arte em seus emaranhados de fios de ferro proporciona. Através de uma técnica de redimensionamento da quantidade de metal para confecção dos fios e posterior emaranhado em diversas formas inusitadas (flores, animais, etc), as então antes ordinárias cercas transformam-se em verdadeiras obras de arte totalmente funcionais, viso que ainda preservam a funcionalidade das cercas originais.

Dentre o portfólio da Demakersvan podemos encontrar uma variedade artigos a venda para o dia a dia moderno, que vão desde luminárias para jardins alimentadas por energia proveniente da força dos ventos, até criativíssimos pisos para chão de banheiro que fazem alusão a  famosas obras de arte redesenhadas.

Portfólio: demakersvan.com

Portfólio: demakersvan.com

Esculturas de chiclete, por Maurizio Savini

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 06/03/2010 by Bronx1985

A maioria das pessoas nunca pensou em usar chiclete para esculpir.  Isso é uma vergonha, porque ele parece ser um material que é cheio de possibilidades, dadas as suas propriedades dúcteis e a sua grande expressividade, principalmente se as obras forem dedicadas à um público-alvo mais jovem, digamos assim.

É justamente a isto que o artista plástico italiano Maurizio Savini se dedica. Ele produz e divulga suas esculturas feitas com gomas de mascar pela Europa, que agora começam a ganhar notoriedade em continentes americanos, dada a própria invenção do chiclete feita pelos yankees e levada posteriormente ao Velho Mundo pelos soldados na 2ª Guerra Mundial.

Sem preferência alguma por determinados tipos de esculturas, as obras de Savini destacam-se pela pluralidade de representações e, obviamente, pela criatividade do artista na escolha desta tão inusitada matéria prima, prova de que a arte em si não possui barreiras para o transpor da nossa imaginação.

Portfólio: artnet.com/mauriziosavini

Portfólio: artnet.com/mauriziosavini