Arquivo para angustias

O Eu Surreal de Manu Pombrol

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25/11/2010 by Adriana Almeida

O fotógrafo espanhol Manu Pombrol se vê como todos nós deveríamos nos ver: único. Misturando o real e o surreal, ele se mostra em uma interessantíssima série de auto-retratos.

Através de programas como Photoshop e Lightroom, ele manipula seus auto-retratos revelando suas idéias no momento, facetas de sua personalidade, suas dúvidas e suas angústias. A série é bem feita e bem humorada, mas é bem mais. Dessa mistura de bom humor e surrealismo, ele nos chama atenção para nosso bem mais importante: a individualidade, ou, como é o título de uma das peças, as “coisas que te fazem se sentir único” (Cosas Que Te Hacen Sentir Único).

Portfólio: flickr.com/manusanchez

Portfólio: flickr.com/manusanchez

As Surreais Montagens de Billy Anjing

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 08/10/2010 by Adriana Almeida

O Surrealismo, movimento artístico surgido na década de 1920 que combina o abstrato, o irreal e o inconsciente, tem recebido cada vez mais frequentemente roupagens contemporâneas atreladas às angustias do homem do século 21. A colagem (e sua releitura atual, a montagem digital) sempre foi uma das técnicas do surrealismo mais características, justamente por propiciar a fuga do óbvio, a leitura literal das idéias inconscientes e um caminho aberto para o simbolismo.

Em Bandung, na Indonésia, Billy Anging tem feito uma interessante leitura do surrealismo em si, e da técnica da colagem,com peças extremamente significativas, oníricas e cujos títulos encontram reflexo em nossos pensamentos, preocupações e angústias mais atuais.

Portfólio: billyanjing.deviantart.com

Portfólio: billyanjing.deviantart.com

Jurij Treskow e Nossos Demônios Interiores

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/09/2010 by Adriana Almeida

O fotógrafo russo Jurij Treskow é mais conhecido por seu trabalho na área da moda e tem como característica primordial seu cuidado com os ângulos e composições. Mas ele possui uma série pessoal bastante interessante e inusitada: a série demons (demônios).

Abusando dos jogos de luz e sombra, alterações no foco, repetição de imagens e poses pouco convencionais, Jurij revela os demônios interiores escondidos nas profundezas de nosso inconsciente, já que segundo Carl Jung, “os demônios não são outra coisa sendo intrusos vindos do inconsciente, irrupções espontâneas dos complexos inconscientes na continuidade do processo consciente”.

Dessa vez, as irrupções não são espontâneas, mas provocadas e intencionais, traduzidas em fotografias que são simbolicamente radiografias da alma humana: nossas raivas, medos, e angústias, que desfocam o belo e revelam ao mundo os nossos demônios.

Portfólio: treskoff.com

Portfólio: treskoff.com

Livros - Submarino.com.br