Arquivo para análise

A Movimento da Vida Sem os Carros, Running On Empty por Ross Ching

Posted in VIDEOBLOG with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/07/2011 by Bronx1985

Sobre intitulação original “Running on Empty Revisited”, o curta do norte americano formado no programa de filmes pela San Diego State University Ross Ching é o que podemos caracterizar como utópico e reflexivo ao mesmo tempo.

Imaginar o mundo (Los Angeles no filme) de hoje sem a presença dos automóveis é algo poético, se pararmos e analisarmos a real influência deles em nossas vidas e relações sociais quanto absurdo, se tomarmos como princípio as distâncias cada vez maiores entre as pessoas e o descaso da gestão pública em questões de locomoção dos cidadãos contribuintes. Mas é sob a perspectiva inovadora de Ross Ching que este mundo não só é possível como também é apresentado de maneira tão magnífica quanto peculiar. Leva nos a pensar até que ponto nos tornamos vítimas destes objetos de locomoção pessoal.

Intenções e representações a parte, fica aqui o momento de pararmos e pensarmos até que ponto podemos fazer alguma diferença em relação a uma cobrança mais efetiva junto aos nossos políticos e autoridades competentes e também em casa junto as nossas famílias e amigos acerca da real necessidade que criamos de utilizar nossos veículos para uma simples locomoção que seja até a esquina.

Portfólio: rossching.com

Portfólio: rossching.com

O unusual bem humorado foto ensaio do espanhol Chema Madoz

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 20/06/2010 by Bronx1985

O fotógrafo espanhol José Maria Rodriguez Madoz, mais conhecido como Chema Madoz, é responsável por colocar em evidência um nova dimensão no mundo das metáforas em relação à percepção humana. Através de um criativo e brilhante portfólio de fotografias conceituais artísticas, Madoz decompõe e supera o processo de análise e fotografismo de objetos, estabelecendo desta forma uma descontextualização tão única quanto pertinente à imaginação do fotógrafo, despertando nos observadores sentimentos atrelados a curiosidade e relativismo da interpretação humana.

Nascido em Madrid no ano de 1958, Madoz é considerado um dos mais experientes fotógrafos da velha guarda espanhola, dada sua nítida e confessa intenção de abdicar de efeitos de Photoshop em suas representações fotografistas. Apresentando-se as mesmas por detrás da aparência usual, articuladas em uma simetria peculiar as intenções do fotógrafo, entrelaçadas num mundo de faz de conta imaginário e com conotações de humor, este muitas vezes intrínseco à essência das mesmas.

Portfólio: chemamadoz.com

Portfólio: chemamadoz.com

Livros - Submarino.com.br