Arquivo de águia

Na Palma da Mão, as Incríveis mais Recentes Pinturas de Guido Daniele

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 05/08/2013 by Bronx1985

Guido Daniele, italiano proveniente de Catanzaro, que vive e trabalha em Milão, é considerado um dos mais influentes e talentosos artistas de pintura corporal, formado com louvor pela renomada Escola de Belas Artes de Brera em 1972, só passou a praticar a arte de pintura em corpos em meados dos anos 90, conseguindo com pouco tempo de atividade tamanho reconhecimento por parte dos críticos de artes.

Daniele foi um dos precursores ao acrescentar uma nova experiência artística à questão da pintura corporal, ao fazer uso de uma  técnica mista que cria modelos de corpos de tintas para diferentes situações através da combinação de outras técnicas, as de reprodução de retratos, a de fotografia e a da própria pintura a óleo.

Os detalhes das pinturas de Daniele destacam-se pela riqueza de pontos e cores, que muitas vezes representam de forma extremamente fiél os animais ali dispostos, de modo a apresentarem junto aos observadores um sentimento agudo de sensibilidade para com  as informações transpostas em tintas.

Portfólio: guidodaniele.com

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

Guido Daniele Paintwork

VEJA TAMBÉM: Guido Daniele e sua estonteante pintura em mãos

Portfólio: guidodaniele.com

“O Zoológico Preto e Branco”, por Nicolas Evariste

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 26/06/2010 by Bronx1985

Sua preferência é confessa por fotografias em preto e branco, seu talento para a captação e edição de imagens neste formato também é inquestionável, dados os ângulos mostrados de formas tão relevantes e intensas e as cores (por mais que sejam tão e somente duas) em perfeita harmonia com toda a proposta do foto ensaio “O Zoológico Preto e Branco”, idealizado, produzido e divulgado pelo respeitadíssimo fotógrafo francês (natural de Granville, Normandia) Nicolas Evariste.

Com uma forma única (técnica) de se expressar por fotografias e alta qualidade e domínio do equipamento tecnológico utilizado, Evariste nos apresenta um série de situações que, embora em preto e branco, não conotam à mesmice, ordinariedade ou de fácil enjoamento que muitas vezes fotografias neste formato podem transparecer, pelo contrário, nelas encontram-se inseridas características marcantes de inovadorismo e sensibilidade para o não conflito destas duas cores tão opostas, que de forma harmoniosa se completam e criam todo um contexto rico em detalhes e destaques.

Portfólio: nicolas-evariste.fr

Portfólio: nicolas-evariste.fr

Livros - Submarino.com.br

O close-up fotográfico em animais selvagens de Jonathan Griffiths

Posted in FOTO ENSAIOS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 11/06/2010 by Bronx1985

De proveniência inglesa, país que sequer possui um considerável floresta (em termos de proporção), Jonathan Griffiths nunca escondeu seu amor pela vida selvagem, amor este que fez dele um nômade com um câmera fotográfica em constante passagem pelos mais diferentes, hostis e inóspitos habitats do planeta Terra. Sempre a procura dos mais selvagens, exóticos e ao mesmo tempo magníficos animais, estando muitos deles em extinção, fazendo do trabalho de Griffiths algo de caráter de utilidade pública para com o contexto que o mesmo se encontra inserido.

Atrelado ao mais alto nível tecnológico em questão de equipamento fotográfico, o talento de Griffiths se destaca pelos closes certeiros e cativantes que suas fotografias conotam, dada a exuberância contida na projeção dos animais então fotografados, a necessidade do auxílio de ferramentas como o Photoshop, por exemplo, tornam-se quase nulas, ficando a cargo dos mesmos singelos retoques em luminosidade e/ou foco.

Também em destaque no fotografismo do inglês é a questão do risco iminente que o mesmo se submete para capturar os mais bem dipostos ângulos de animais selvagens, estes sempre em harmonia com seus habitats naturais, fato este que somente agrega valor ao já conceituado fotografismo do inglês.

Portfólio: jonathangriffith.co.uk

Portfólio: jonathangriffith.co.uk

Livros com Frete Grátis nas compras acima de R$ 39! - Submarino.com.br

Guido Daniele e sua Estonteante Pintura em Mãos

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 04/05/2010 by Bronx1985

Guido Daniele, italiano proveniente de Catanzaro, que vive e trabalha em Milão, é considerado um dos mais influentes e talentosos artistas de pintura corporal, formado com louvor pela renomada Escola de Belas Artes de Brera em 1972, só passou a praticar a arte de pintura em corpos em meados dos anos 90, conseguindo com pouco tempo de atividade tamanho reconhecimento por parte dos críticos de artes.

Daniele foi um dos precursores ao acrescentar uma nova experiência artística à questão da pintura corporal, ao fazer uso de uma  técnica mista que cria modelos de corpos de tintas para diferentes situações através da combinação de outras técnicas, as de reprodução de retratos, a de fotografia e a da própria pintura a óleo.

Os detalhes das pinturas de Daniele destacam-se pela riqueza de pontos e cores, que muitas vezes representam de forma extremamente fiél os animais ali dispostos, de modo a apresentarem junto aos observadores um sentimento agudo de sensibilidade para com  as informações transpostas em tintas

Portfólio: guidodaniele.com

VEJA TAMBÉM: Na Palma da Mão, as Incríveis mais Recentes Pinturas de Guido Daniele 

Portfólio: guidodaniele.com

Livros - Submarino.com.br

As esculturas recicladas de Joe Pogan

Posted in ESCULTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 14/04/2010 by Bronx1985

Joe Pogan é nativo de Oregon, EUA, mas atualmente reside e executa suas esculturas em Aloha, também EUA. Após cumprir quatro anos na Marinha, passou a estudar artes e técnicas de solda de metais, daí foram mais de vinte anos como soldador profissional,  onde dedicou-se a exigente função de soldar peças de alumínio para a confecção de quadros de mountain bikes.

Não contente com a direção que sua vida profissional e pessoal tomava, um dia Pogan teve a brilhante idéia de utilizar a sua combinação única de experiência de solda e seu individual talento artístico para nos últimos anos criar uma incrível variedade de esculturas de animais (pássaros e peixes na grande maioria) através da utilização de metais diversos encontrados em lixos de indústrias, oficinas e casas residênciais.

Como obra final, Pogan cria inusitadas obras primas que, além de fazerem reais críticas ao desperdício e não reciclagem de metais por parte das sociedades, fazem menções diretas à destruição da flora e fauna por parte do crescimento desorganizado do modo de vida capitalista consumista das culturas ocidentais modernas.

Portfólio: joepogan.com

Portfólio: joepogan.com

James Kuhn e sua grotesca pintura facial

Posted in PINTURAS with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 02/04/2010 by Bronx1985

Auto-intitulado artista drag queen, ex-nudista e cristão renascido, James Kuhn é norte americano e tem aproximadamente 46 anos de idade que gosta de pintar o rosto (e cabeça). E eu não estou falando apenas de um pouco de brilho e glitter, estou falando de transformações por completo!  Em alguns casos, ele ainda acrescenta peças de bonecas, extensões de papel e muito mais. Mas não há nenhum sentido em tentar descrevê-lo, você simplesmente tem que ver os seus auto-retratos.

Sua obra tem causado muita agitação por onde passa, aclamado gênio por uns e ridículo por outros, a arte de James Kuhn é, no mínimo, notória e digna de contemplação, dados os efeitos e representações que o artista consegue transpor para os observadores, através de auto-retratos fundamentados em paródias e sempre completos por cores vivas, que deixam transparecer o bom humor do americano.

Flicker: flickr.com/jameskuhn

Flicker: flickr.com/jameskuhn