Pintura Visceral, a Surpreendente Arte de Matt Small

Inglês de Camden, distrito situado ao centro-norte de Londres, Reino Unido, Matt Small é conhecido no mundo artístico visual como um dos mais talentosos e representativos pintores da cena contemporânea. Ao invés da já tão difundida base de pintura a óleo sobre tela, o inglês se utiliza dos mais inusitados e estranhos, por assim dizer, lugares para compor suas obras, lugares este que vão desde muros de concreto, peças de madeira e ferros aleatórios a quaisquer outros matérias que julgue interessante à aplicação da sua técnica.

Como resultado destes diferentes lugares a se pintar, as composições de Matt Small acabam por se tornar verdadeiras obras primas contemporâneas em pintura, obras peculiarmente texturizadas, de traços com espessura infinitamente impares a pintura tradicional e qualidade visceral alcançada de pintura que se sente tanto o abstrato quanto, ao mesmo tempo, o real e vital.

Com inúmeras obras expostas pelos mais renomados centros europeus de arte moderna, as representações artísticas do inglês também são encontradas pelos mais inócuos e diferenciados becos da grande metrópole londrina, visto que seu trabalho frequentemente é premiado com outorgações tão importantes quanto alternativas: destaco aqui o Hunting Art Prize Nominee, Reino Unido (2002), o Villiers David Art Prize, Reino Unido (2001) e o BP Portrait Award Nominee, também no Reino Unido (200).

Portfólio: matt-small.com

Portfólio: matt-small.com

2 Respostas to “Pintura Visceral, a Surpreendente Arte de Matt Small”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s