O Mix das ilustrações de Dmitry Ligay

Impossível é contemplar uma das ilustrações do artista gráfico nascido no Uzbequistão, Dmitry Ligay e não encontrar alguma mensagem que venha de encontro ao seu gosto pessoal, dado o interessante mix harmonioso de informações contidas em suas ora complexas e insinuantes, ora simples e diretas ilustrações.

De traços peculiares à sua personalidade, Ligay transpõe em sua arte uma interessante relação entre o caos premeditado e a ordem subjetiva, através da representação, tudo em um bolo só, de ícones do pop contemporâneo, situações rotineiras de pessoas ordinárias, acontecimentos inusitados diversos e intenções de expressão relativas, tudo atrelado de forma intrínseca à mensagens indiretas subliminares pelo artista entendidas como necessárias à contemplação.

Em uma única obra, o ilustrador do Uzbequistão utiliza-se de cores fortes e vivas delicadamente contornadas, assim como de simples traços pretos, numa direta expressão de rabisco não acabado, tudo premeditado, pois é esta junção que permite à obra de Ligay distinguir-se pelo diferenciada mistura de representatividade que suas ilustrações são.

Portfólio: behance.net/d-planshet

Portfólio: behance.net/d-planshet

Livros - Submarino.com.br

5 Respostas to “O Mix das ilustrações de Dmitry Ligay”

  1. […] os posts do Bronx no Espaço Imoral: “Tudo Para Os Ares”, o projeto surrealista da dupla NAM O Mix das ilustrações de Dmitry Ligay O minimalismo superlativo das instalações de Do Ho Suh -21.870153 -45.317423 Esta entrada foi […]

  2. LISON COSTA Says:

    Saudações!
    Amigo:
    Como sou um apedeuta nesta area, o simples fato de ficar contemplando cada traço das ilustrações já me dou por satisfeito. Paradas, parecem que estão em movimento, isso é, aos meus olhos.
    Parabéns pela excelente matéria!
    Abraços,
    LISON.

    • fala Lison, tudo jóia?!?!

      o que é, aos seus olhos, é a sua verdade relativa, ninguém pode tira-lá ou dizer-lhe que esta errada, dada a sua sincera contemplação da arte aqui exposta, entende?! e esta questão da sensação de movimento do estático, conforme por você mencionado, realmente é presente nas ilustrações do cara, mas é claro que somente perceptível aos olhos dos mais dipostos…. hehehe

      abrx fortes,
      Bronx (…)

  3. Adorei o traço e o conceito. Mas vale lembrar que eu tenho uma queda que é quase um precipício por trabalhos assim, que misturam arte final e esboço, quase como se fosse um projeto do trabalho por vir. Não sei exatamente por que, pela noção de movimento, pela idéia de continuidade, pela fluidês que isso dá ao resultado final, não sei… mas se tiver um pedacinho que seja que simula o esboço, como se simulasse também uma outra intenção não a mostra, eu provavelmente já vou gostar…

    ÓTIMO achado, Bronx! 🙂

    • sabia que você de identificaria de forma especial com a arte do cara hahahahahaha muito legal a mesma, não?! rsrs
      o que mais me chamou a atenção foi a questão por você dita do esboço atrelado a arte final, interessante perspectiva complexa é agregada à obra através desta aglutinação, harmonioso mix das mais relativas intenções…

      bjos,
      Bronx (!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s