O experimento “Sexual Color” de Gabriel Wickbold

Foram necessárias 3 etapas para a realização deste foto ensaio produzido pelo renomadíssimo artista plástico e fotógrafo brasileiro Gabriel Wickbold. Na 1ª estapa foram convidades atrizes do calibre de Adriane Galisteu, Fernanda Paes Leme, Didi Wagner, Natália Rodrigues, Fernanda Souza, Adriana Bombom, Bárbara Koboldt e Carla Fiorito, na 2ª estapa estas atrizes despiram-se totalmente e em posição pré determinada por Gabriel aguardariam à última e final etapa, que consistiu em forrá-las com os mais diversos materias existentes, como chocolate, guache, tinta de aerógrafo, cipó de coqueiro, urucum, areia e maquiagem, para que dessa forma as fotos fossem gradativamente sendo tiradas e o espetáculo fosse dado como completo, assim como a 3º etapa.

Como seu próprio nome sinaliza, “Sexual Color” relê o sexo por meio das cores. No caso, a pele, sem adereço ou proteção, entra como matéria prima, e as cores, como as letras desse experimento. Seios, lábios e cabelos se fundem, sob a chicotada pop da luz, em colisão orgástica com os materiais. As belas não são mais elas. Ao mesmo tempo em que cobre e protege a nudez limpa (e, na maioria das estrelas retratadas, inédita), a tinta despe, revelando personagens.

Sexual Color entra em cartaz no segundo semestre de 2010, em Nova York, exportando a beleza da mulher brasileira em um formato inédito para a Big Apple.

Portfólio: gabrielwickbold.carbonmade.com

Portfólio: gabrielwickbold.carbonmade.com

4 Respostas to “O experimento “Sexual Color” de Gabriel Wickbold”

  1. “beleza da mulher brasileira” … tah explikdo pq o trabalho deu certu, as brasileiras as mais belas e o trabalho dele explendido… mto bom, ele mistura arte, sedução, expressão facial e corporal, Parabéns um trabalho excitante e diferente.

  2. Juliana Says:

    Super interessante esse trabalho, muito bem elaborado mesmo! As expressões dos modelos fez um par perfeito com o choque das cores, muito bom!

    Beijos

  3. que elas são super gatas eu não discordo em nenhumíssimo aspecto, porém com esta proposta do autor, tenho que admitir que suas belezas meio que se fundiram com a arte do trabalho e ficaram um tanto quanto ofuscadas!

    VLW Rick!

  4. Muito legal a visão que ele teve no desenvolver do trabalho.
    Perspectiva super interessante e antenada aos contextos de arte moderna, sem falar nas mulheres que são super gatas!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s